Usuários do SUS podem pedir medicamentos da Farmácia do Estado pela internet

Por 7 de fevereiro de 2021

Medicamentos especiais podem ser solicitados diretamente pela internet / Foto: Arquivo

Usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) já podem solicitar medicamentos e terapias nutricionais de responsabilidade estadual por meio da plataforma Farmácia Digital RS. Para orientar os usuários na primeira solicitação de medicamentos de modo digital, sem que precisem ir até a Farmácia de Medicamentos Especiais, o Departamento de Assistência Farmacêutica da Secretaria da Saúde (SES) lançou uma campanha para divulgação da plataforma, que pode ser acessada pelos sites www.ame.rs.gov.br e www.rs.gov.br.

O material informativo está sendo entregue à população por meio de folhetos e cartazes disponibilizados nas Farmácias de Medicamentos Especiais dos municípios. Além disso, serviços como hospitais, unidades básicas e clínicas de saúde estão sendo contatados pelo Departamento de Assistência Farmacêutica para ampliação do acesso à Farmácia Digital RS.

O acesso digital é dado a usuários que têm receita médica de medicamentos disponibilizados pelo SUS e que estão contemplados na Farmácia Digital RS. As versões impressas e originais devem ser entregues na farmácia no momento da primeira retirada do medicamento.

A plataforma digital contém 20 linhas de cuidado que englobam 113 medicamentos e terapias nutricionais. São medicamentos para agravos como anemias na doença renal, asma, diabetes, dor crônica, doença de Parkinson, doença pulmonar, glaucoma e osteoporose, entre outros.

Mensalmente, cerca de 2,7 mil pessoas fazem solicitações presenciais nas Farmácias de Medicamentos Especiais de medicamentos e terapias que já estão disponibilizados na plataforma digital. A perspectiva da SES é que os usuários passem a solicitar os medicamentos digitalmente, podendo reduzir a demanda em até 35% de novos pedidos presenciais.

Nesta primeira etapa, a ferramenta está limitada a solicitações iniciais de medicamentos (primeira solicitação) para pessoas com mais de 18 anos. Além disso, nem todos os medicamentos foram disponibilizados para realização do pedido digital porque alguns requerem exames e perícia mais complexos. A expectativa do Departamento de Assistência Farmacêutica é de incorporação de outros medicamentos com brevidade, além da possibilidade de reavaliação dos tratamentos e a disponibilidade da ferramenta para menores de 18 anos, podendo ser solicitados por seus responsáveis.