28.2 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 26 fevereiro, 2021 - 14:57
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • ESPORTE
  • Poderoso chefão da NFL não poupa elogios a Tom Brady indicando-o como o melhor jogador

Poderoso chefão da NFL não poupa elogios a Tom Brady indicando-o como o melhor jogador

Durante o período de concentração para o décimo Super Bowl da sua extensa e vitoriosa carreira, o quarterback Tom Brady recebeu vários elogios do chefão da NFL, o comissário Roger Goodell. Durante uma entrevista virtual com jornalistas, na semana anterior à grande partida, Goodell disse que muito provavelmente o astro é o maior jogador de futebol americano de todos os tempos, sendo uma lenda do esporte. “Tom Brady mostrou que é provavelmente o melhor jogador que já jogou este jogo. Sua liderança, sua habilidade de estar à altura das grandes ocasiões – e fazer todos ao seu redor se elevarem – isso que é absolutamente incrível para mim. Todo mundo joga melhor quando está com ele. Ele é um talento excepcional. E o mais importante, ele é uma daquelas ótimas pessoas. Eu o conheço há provavelmente 15 anos. E ele é um cara extraordinário”, afirmou Goodell.

O quarterback é um astro que já atua na liga de futebol americano há 19 anos, e em 10 ocasiões liderou sua equipe até o Super Bowl, sendo 9 vezes com os Patriots e agora com o Tampa Bay Buccaneers. Brady tem um legado impressionante na liga, além de inúmeros recordes, que sem dúvidas pavimentou o caminho para que a NFL conseguisse atingir cifras bilionárias. O Super Bowl é extremamente popular nos Estados Unidos, e atrai diversos palpiteiros – um deles, Jim McIngvale, colocou US$ 3,46 milhões na vitória dos Buccaneers, que era considerado o azarão. E assim como os americanos, nós tupiniquins também gostamos de dar nossos palpites, só que em casas de apostas no futebol brasileiro que cobrem competições como o Brasileirão, Estaduais e a Copa do Brasil.

Goodell ainda apontou outras qualidade do quarterback, afirmando que ele se preocupa muito com o jogo e com todas as pessoas envolvidas com ele. Também aproveitou para desejar sorte ao jogador. Ele acredita que Brady ainda jogará por mais alguns anos, mantendo sempre um ótimo desempenho dentro de campo.

7 vezes campeão

Um dos ditados mais populares da era competitiva dos esportes profissionais é “Os jogadores passam e as instituições ficam”, porém, isso não se aplica a Tom Brady, já que nenhuma das franquias que disputam a NFL tem mais títulos que o quarterback. Na semana passada, o camisa 12 alcançou outra marca histórica, sagrando-se heptacampeão liderando o Tampa Bay Buccaneers na vitória contra o Kansas City Chiefs, no Raymond James Stadium. Sabemos que uma equipe é formada pelo coletivo, e o Tampa Bay teve diversos heróis na conquista do Super Bowl LV além do quarterback – um deles, Rob Gronkowski e os 11 jogadores de defesa. E apesar do feito, essa é somente a segunda conquista do Buccaneers, que não participava de um playoff há 13 anos.

Brady foi o astro e maestro do time, afinal, ele não é o jogador mais vitorioso da história do futebol americano à toa. Ele tem mais títulos do Super Bowl do que as franquias mais vitoriosas, já que tanto o Pittsburgh Steelers quanto o New England Patriots têm seis títulos cada. Além disso, em todos os seis torneios que os Patriots venceram, o camisa 12 estava em campo defendendo suas cores.

Já no jogo contra o Kansas City Chiefs, Brady enfrentou o quarterback que tem sido considerado seu sucessor, Patrick Mahomes. Para muitos, Mahomes tem as qualidades e o potencial para superar o camisa 12. Porém, no confronto durante o Super Bowl, ele fez uma das piores partidas da sua carreira, principalmente pela linha de defesa bem plantada do Buccaneers. Dessa forma, O veterano Brady, de 43 anos, deu uma aula ao jovem, e teve uma das melhores apresentações da história da NFL, lhe rendendo o seu quinto prêmio de MVP (Jogador mais Valioso) da decisão.

Ao total, o quarterback do Buccaneers, acertou 21 de 29 passes, alcançando a marca de 201 jardas e marcou três touchdowns, sendo que dois deles teve conexão direta com Rob Gronkowski, seu grande amigo, que deixou a aposentadoria de lado só para jogar este ano pelo Tampa Bay. Dessa forma, Gronkowski chegou ao seu quarto título de Super Bowl em dez anos de carreira, tendo seis recepções e 67 jardas percorridas.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região