27.1 C
Cachoeira do Sul
quinta-feira, 26 novembro, 2020 - 12:37
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

“Planejei para chegar até aqui”, destaca vereador mais votado

Crédito: Divulgação

O vereador mais votado na eleição de Cachoeira do Sul, Kader Saleh, concedeu entrevista ao programa Famintos da Fan 96.5 FM no começo da tarde desta segunda-feira (16). Segundo indicou, sua expectativa é buscar debater propostas que possam reverter em melhorias para a população cachoeirense, mesmo que sua posição possa contrariar a visão partidária sobre alguma pauta. “Se o partido (PL) achar que dois mais dois é quatro, mas eu entender que é cinco por ser melhor para Cachoeira do Sul, é cinco”, acentua Saleh.

Uma das pautas que o vereador eleito pretende debater é o 13º salário aos parlamentares e até redução dos vencimentos. “Sou contra. Sei que pode gerar resistência, mas o representante não pode entender que é um emprego. Não me custa andar pela cidade e saber o que pode ser feito para melhorar”, explica Saleh, que já anunciou que abrira mão de seu salário para doar a entidades sociais.

Sobre próximos passos, o candidato mais votado para a Câmara de Cachoeira do Sul acredita que ainda é cedo. “É preciso fazer um bom mandato e esperar a avaliação da população. Estou ainda no primeiro degrau”, enfatiza Saleh. “O trabalho no Poder Legislativo exige conhecimento, dedicação, senso de responsabilidade e compromisso com a sociedade. Estamos passando por um período que, outrora, jamais imaginávamos que iriamos passar. Aquele que assume o encargo de representar o povo deve abdicar do partidarismo fanático, da cegueira, dos interesses escusos, e comungar, com união, de ideias prósperas e produtivas”, emenda.

Ainda de acordo com suas considerações, seu mandato deve ser pautado na avaliação sobre propostas que possam ser positivas para a comunidade. “Ou seja: não importa de quem partir um projeto, uma proposta ou uma ideia; não importa a qual partido esteja vinculada a ideia; se for positivo para a cidade, devemos estar de braços abertos para acolher e auxiliar. Vereança não é profissão, e sim um compromisso, por tempo determinado, destinado a ser útil e produtivo ao povo representado”, finaliza Saleh.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região