20.2 C
Cachoeira do Sul
quinta-feira, 28 janeiro, 2021 - 04:35
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Doações: seis secretários apostaram no Ghignatti

Crédito: Ass. Com.

Registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que a campanha do candidato derrotado no pleito municipal, Sérgio Ghignatti, contou com doações de seis secretários municipais, além do próprio prefeito que buscava sua reeleição. A direção do Partido Liberal (PL) repassou R$ 97 mil ao todo. As demais doações vieram dos secretários municipais de Governo, Ieda Maria Decker Trevisan (Necky); da Indústria e Comércio, Ronaldo Tonet; de Educação, Ana Margarete Vivian Machado; da Fazenda, Viviane Santana Dias; de Coordenação e Planejamento, Rosimeri Michels de Arreal; e de Administração, Jonas Adolfo Friedrich.

As doações dos titulares das pastas municipais foram de R$ 1,5 mil (Necky), R$ 600 (Tonet e Ana, cada secretário) e R$ 500 (Viviane, Rosimeri e Friedrich, cada um), somando R$ 4,2 mil dos seis secretários. Já Ghignatti repassou o valor de R$ 1 mil para sua campanha.

No total, a campanha do atual chefe do Executivo Municipal que tentava mais quatro anos de mandato contabilizou R$ 102.200,00 em arrecadação.

O ainda prefeito perdeu as eleições para José Otávio Germano (Progressistas): 13.574 votos contra 9.215 obtidos por Ghignatti. Ou seja, uma diferença de 4.359 votos.

 

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região