17.7 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 23 outubro, 2020 - 02:28
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • POLÍCIA
  • Morte: Polícia localiza outras transexuais que fizeram procedimento

Morte: Polícia localiza outras transexuais que fizeram procedimento

Crédito: Reprodução

A polícia de Santa Cruz do Sul realiza uma investigação sobre a morte de Melani Daniele de Aguiar Mayer,  20 anos – moradora de Santa Maria, após a aplicação de silicone industrial no corpo por meio de um procedimento considerado ilegal. A vítima era transexual e foi hospitalizada no dia 27 de agosto, após se submeter à aplicação do produto nos glúteos. Melani faleceu em consequência de uma síndrome séptica, ou seja, uma disfunção em múltiplos órgãos do corpo por causa do procedimento clandestino.

O uso médico do silicone industrial é proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O produto é líquido e a aplicação não requer cirurgia, pois é injetado direto no corpo.

Análises no telefone celular da vítima conduziram a Polícia a levantar informações sobre o caso, além de depoimentos. A investigação chegou até a autora do crime, uma moradora de Caxias do Sul, conhecida por aplicar silicone em transexuais no Estado. A mulher confessou o crime. Sua identidade segue em sigilo para não atrapalhar a sequência das apurações. Por ser ré primária e ter colaborado com as investigações, a autora do crime aguarda em liberdade, mas deve ser processada criminalmente.

Conforme a Polícia já descobriu, outras transexuais fizeram a aplicação do silicone industrial com a mesma mulher e revelam dores pelo corpo.

O valor abaixo do mercado profissional legalizado é considerado um dos atrativos para clientes do esquema.

Advertisement
Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região