28.2 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 26 fevereiro, 2021 - 15:40
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • POLÍCIA
  • Identificados os presos e o criminoso morto em confronto com a BM

Identificados os presos e o criminoso morto em confronto com a BM

Integrante de facção, Osvaldo Carmo de Oliveira foi morto em confronto com a BM em Cachoeira do Sul / Foto: Divulgação

O criminoso que foi morto em troca de tiros com a Brigada Militar em Cachoeira do Sul neste domingo (31) já era procurado pelas autoridades ligadas à segurança pública. Natural de Porto Alegre, Osvaldo Carmo de Oliveira tinha 27 anos e estava com prisão decretada pela Justiça por extorsão.

O homem era um dos integrantes do bando de uma facção que veio a Cachoeira para matar Claiton Edgar Lopes Andrade, com quem, junto com os comparsas, trocou tiros no Bairro Promorar. Após a investida frustrada contra o desafeto, os quatro criminosos fugiram. Andrade, que contou com a ajuda de outras pessoas do bairro, escapou ileso.

Esta é a terceira tentativa de homicídio sofrida por ele nos últimos anos. No presídio de Cachoeira do Sul, ele já sofreu uma estocada dada por outro detento no pátio. Em outra oportunidade, ele levou tiros em frente ao Hospital de Caridade e Beneficência.

TENTATIVA DE ROUBO E TIRO NA BR-153

Eles vieram da Região Metropolitana para Cachoeira numa GM Spin. Na fuga, o carro apresentou problemas mecânicos e os bandidos tiveram de fugir a pé pelo mato até a BR-153. Na rodovia, o bando tentou roubar o carro de um morador do Bairro Promorar que transitava pelo local, próximo à ponte sobre a linha férrea.

Como o homem não parou, Oliveira – que minutos depois viria a morrer – chegou a atirar contra o motorista, que escapou ileso. Os criminosos seguiram em fuga a pé pelo mato e chegaram até a estrada da Ferreira, onde ingressaram num GM Celta conduzido por Fernando Rosso de Vargas, de 34 anos, cachoeirense que seria motorista de aplicativo.

O motorista levou o quarteto até o Bairro Noêmia. Ao chegarem até uma residência na esquina das ruas Olímpia de Paula e 20 de Setembro, os criminosos trocaram tiros com a Brigada Militar. No confronto, Oliveira foi baleado e morto.

Os suspeitos Paulo Ricardo Caetano Gurskas Neto, Willyan Lucas Hermes Santos, Vitor Manuel da Silva Baermann e também o motorista de aplicativo Fernando Rosso de Vargas foram presos. Na ação, foram apreendidos dois revólveres calibre 38, com dez munições intactas e duas deflagradas, uma pistola 380, com dois carregadores e 46 munições intactas, uma pistola 9 milímetros, com dois carregadores e 26 munições intactas, 14 celulares, dois coletes balísticos, uma bala clava, dois veículos e a quantia de R$ 491,00. O bando se dividia em conexões com Porto Alegre e Santa Cruz do Sul.

Todos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde o flagrante foi lavrado e os quatro recolhidos ao Presídio Estadual de Cachoeira do Sul. Todos serão investigados por crimes como tentativa de homicídio, porte ilegal de armas, entre outros. A disputa por zona de tráfico de drogas é a principal linha de investigação no caso.

A participação do motorista de aplicativo Fernando Rosso de Vargas no caso será apurada pela Polícia. Ele possui antecedentes por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma.

Brigada Militar evitou execução e suspeito acabou sendo baleado em confronto no Bairro Noêmia / Foto: Milos Silveira

 

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região