17.7 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 21 outubro, 2020 - 07:36
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Episódio #16 – Série Especial Cachoeira do Sul – 200 anos

Arquivo Histórico: guardião da nossa memória

Equipe do Arquivo Histórico Municipal teve sua atuação reconhecida por unanimidade pela Câmara de Vereadores em 2016 / Crédito: Arquivo

O Arquivo Histórico de Cachoeira do Sul foi criado em 1987 para prestar serviço à memória e à comunidade do quinto município criado no Rio Grande do Sul. A condição de um dos mais antigos do Estado faz de Cachoeira o berço de outros tantos que têm na documentação política e administrativa resguardada pelo Arquivo Histórico referenciais importantes para a sua própria história. Famílias tiveram seu berço em terras cachoeirenses e, a partir do território cachoeirense, formaram povoações, disseminando feitos que compõem uma trajetória em comum.

A equipe do Arquivo Histórico sentiu-se lisonjeada e agradecida pela distinção que teve da Câmara de Vereadores no fim de 2016, através da apresentação de uma Moção de Cumprimentos, aprovada por unanimidade, parabenizando a instituição pelo excelente trabalho desenvolvido junto aos prédios históricos, como o da Câmara de Vereadores, o do Château d’Eau e o Paço Municipal, prédios de grande relevância para preservação e valorização da memória de Cachoeira do Sul.

A Moção de Cumprimentos da Câmara de Vereadores ao Arquivo Histórico, iniciativa do então vereador presidente Homero Tatsch, valorizou as ações de guarda, organização e difusão da história político-administrativa de Cachoeira do Sul, redimensionando o papel que os documentos históricos preservados têm e podem oferecer, aumentando a responsabilidade dos profissionais envolvidos no criterioso trabalho
de preservação da memória histórica local.

O reconhecimento foi dividido também ainda com o Conselho Municipal do Patrimônio Histórico-Cultural – COMPAHC, sediado em suas reuniões e rotinas administrativas pelo Arquivo Histórico, e com o Movimento pela Recuperação do Paço Municipal, grupo de voluntários que lideraram, junto com o Executivo Municipal, as obras de restauro daquele importante bem do patrimônio histórico-cultural cachoeirense.

Para o COMPAHC e o Movimento, o Arquivo Histórico é fonte de consulta para o levantamento histórico dos bens patrimoniais.

A importância histórica do acervo disponível em Cachoeira do Sul é tão expressiva que outras cidades usaram como fonte para recuperar sua memória. As câmaras de vereadores instaladas antes da era republicana desempenhavam funções bem distintas das atuais. Elas tinham atribuições administrativas.  Alguns dos 58 municípios pré-republicanos sequer possuem acervos sobre seu passado.

Advertisement
Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região