10.5 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 12 maio, 2021 - 21:32
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Defesa Civil decide agir contra palometas no Rio Jacuí

Presença de palometas no Rio Jacuí, em Cachoeira do Sul, levam Ibama e Sema a notificarem Prefeitura sobre levantamento / Foto: Rodrigo Rodrigues Barbosa/Divulgação

A Defesa Civil de Cachoeira do Sul anunciou nesta segunda-feira (3) que pretende agir contra a incidência de palometas no Rio Jacuí. O coordenador Edson das Neves Júnior explica que o órgão vai auxiliar na pesquisa preparada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) para avaliar em que proporção se encontra a presença das invasoras nas águas de Cachoeira.

De acordo com a Classificação Brasileira de Desastres (Cobrade), o aparecimento de espécies invasoras pode caracterizar uma Situação de Emergência, quando infestações por animais que alterem o equilíbrio ecológico de uma região, bacia hidrográfica ou bioma afetado por suas ações predatórias. Com base nesta previsão legal a Defesa Civil passará monitorar este evento para buscar dados quanto a possíveis danos humanos, ambientais e econômicos.

A equipe vai levar um formulário físico aos pescadores de Cachoeira do Sul e depois lançará os dados informados por eles para um sistema digital. “É possível que os pescadores tenham dificuldade de preencher este formulário. Por isso vamos auxiliar nesta etapa”, observa Júnior.

A infestação de piranhas vermelhas tem trazido prejuízos e causado preocupação para pescadores e autoridades da área ambiental. Considerada exótica no Rio Jacuí e seus afluentes, a palometa se alimenta principalmente de peixes como pintado e jundiá. Uma das únicas espécies predadoras de palometas é dourado, que está em processo de extinção no Rio Jacuí e seus afluentes.

Nativa da bacia do rio Uruguai, ainda não se sabe como a palometa veio parar no Jacuí. A palometa é um peixe onívoro que possui dentes afiados e triangulares e se alimenta principalmente de peixes, insetos e invertebrados aquáticos, como moluscos e crustáceos.

 

Ibama e Sema notificam a Prefeitura sobre as palometas

O Ibama) e a Sema notificaram a Prefeitura de Cachoeira do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, sobre a pesquisa com levantamento de informações que os dois órgãos vão fazer para que a comunidade auxilie com informações locais sobre onde há incidência de palometas.

As medidas visam implantar medidas mais adequadas de monitoramento, controle, pesquisa e comunicação social sobre a incidência deste peixe. Para isso, o Ibama e a Sema elaboraram um questionário digital que está disponível tanto para as prefeituras quanto para qualquer cidadão que identificou o predador e possam repassar informações.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O FORMULÁRIO DIGITAL

 

LEIA MAIS:

Infestação de peixes carnívoros ameaça pesca e ecossistema no Rio Jacuí

Surto de piranhas no Rio Jacuí causa 80% de perdas

Palometas: grupo debate medidas contra avanço

Palometa é capturada na Praia Velha do Rio Jacuí

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região