Voluntariado do Sesc firma parceria com Presídio Estadual de Cachoeira do Sul

Por 23 de setembro de 2021

O Programa Sesc de Voluntariado firmou uma parceria com o Presídio Estadual de Cachoeira do Sul para a realização de ações com os detentos. Uma oficina para a confecção de placas térmicas feitas com caixinhas de leite foi desenvolvida no dia 18 de agosto. Desde então, eles estão trabalhando na produção das peças que posteriormente serão encaminhadas para famílias em situação de vulnerabilidade social para tapar as frestas e melhorar o conforto térmico de suas residências.

Crédito: SESC

Com as placas prontas, a assistente social do programa faz a divisão do material entre a Secretaria Municipal da Inclusão Social e instituições cadastradas no Programa Mesa Brasil, para que voluntários do Sesc e das instituições sociais desenvolvam ações nas comunidades atendidas. ”O trabalho que está sendo desenvolvido com as apenadas do Presídio Estadual de Cachoeira do Sul, em parceria com o Sesc – Projeto Cachoeira sem Frestas, está sendo de grande valia, no processo de ressocialização destas. Vem contribuindo para atividade laboral efetiva, bem como contribui para a remição de pena. Enfatiza-se que diminui a tensão, em âmbito intramuros, bem como constitui-se como prática terapêutica a colagem das caixinhas de leite”, diz a assistente Social do Presídio Estadual de Cachoeira do Sul, Cintia Vasconcelos.

Quem quiser contribuir com a iniciativa, pode doar caixas de leite vazias no Sesc, Senac e Sindilojas Cachoeira do Sul. Os doadores devem higienizá-las com água e sabão, cortá-las, retirando as partes superior e inferior, e separá-las por tamanho. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3723-1101 ou WhatsApp (51) 99399-3266.

Mesmo em meio à pandemia, o Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac segue próximo da comunidade gaúcha. Seguindo as recomendações das autoridades e mantendo os cuidados com a saúde de todos, os serviços continuam sendo entregues e fizeram diferença na vida de milhares de pessoas em 2020, que passaram a ter à disposição alternativas virtuais de produtos e serviços.

Crédito: SESC