Vídeo: PRF resgata 15 trabalhadores em condição degradante

Por 5 de junho de 2022

Crédito: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou um ônibus e flagrou 15 pessoas que estavam em situação degradante. Segundo os trabalhadores, o ônibus era usado ainda como moradia. A ação ocorreu neste sábado, na BR-116, em Canoas.

Durante operação de combate à criminalidade e fiscalização de trânsito, os agentes deram ordem de parada ao ônibus. Em fiscalização, foi verificado que o veículo transportava o grupo de trabalhadores em péssimas condições, sem acentos, sentados ou deitados em colchões sobre o assoalho ou sobre bancadas ao longo do corredor. Além disso, o ônibus estava em péssimas condições de higiene, com colchões, roupas, alimentos e produtos espalhados.

Segundo relatos das vítimas, moradores de Alvorada e região eram convencidas a vender massa de arear panelas nas ruas de outras cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, mas sem qualquer direito trabalhista, condições mínimas de higiene e de saúde.

A equipe da PRF descobriu que já havia um pedido do Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina para fiscalizar o veículo e identificar ocupantes, em consequência de uma denúncia de transporte de trabalhadores em situação análoga à escravidão.

O condutor, o ajudante e os 15 trabalhadores foram encaminhados à Polícia Federal, em Porto Alegre, para registro da ocorrência. Já o ônibus foi removido por mau estado de conservação e 160 quilos de massa recolhidos pela vigilância sanitária, já que não possuíam registro e licença nos órgãos sanitários.