Vereadora eleita para “embelezar Mesa Diretora” renuncia

Por 9 de janeiro de 2022

Crédito: Vivian Mattos / Câmara de Vereadores de Canguçu

A vereadora Iasmin Roloff (PT) renunciou ao cargo de segunda vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Canguçu. Iasmin havia sido eleita na última sessão do ano passado. Colegas justificaram o voto: “embelezar a Mesa”.

Com a renúncia, uma nova eleição foi feita. Leandro Ehlert (MDB) acabou eleito. Iasmin Roloff se absteve.

De acordo com declarações do vereador que foi eleito para o cargo, Iasmin chegou a ser procurada por um vereador da base e se comprometeu a assumir, caso fosse eleita, colocando o nome à disposição.

Já contamos aqui no EntreLinhas: na última sessão da Câmara de Vereadores de Canguçu em 2021, os 15 parlamentares votaram para escolher a Mesa Diretora para 2022. Candidata da oposição à presidência, a petista teve menos votos do que Marcelo Maron (PTB), mas foi surpreendida com votos para a segunda vice-presidência, cargo para o qual não tinha se candidatado.

Durante a votação, vereadores votaram em Iasmin usando a justificativa de “embelezar a Mesa”. Ao pedir a palavra, a petista disparou:

“Vereadores, por favor, quando forem votar em mim, que votem pela minha capacidade intelectual e não pela minha beleza”

Iasmin foi a única mulher eleita para a Câmara em Canguçu, a mais jovem – 24 anos e a única eleita por um partido de esquerda.

Após a votação, a petista iria discutir seu posicionamento com a sigla.