Vacinação tem reforço para 60 ou mais e servidores da saúde

Por 4 de outubro de 2021

A Secretaria da Saúde Cachoeira do Sul confirma a chegada de mais 4.422 doses de vacinas contra a covid-19 na tarde desta segunda-feira (04/10). Esta remessa vai viabilizar o início da aplicação das doses de reforço nos idosos com 60 anos de idade ou mais e ainda nos trabalhadores da área da saúde.

São 1.986 imunizantes Pfizer reservados a estes públicos específicos e é imprescindível que, em ambos os casos, os pacientes tenham completado o prazo de seis meses da 2ª dose. Do mesmo lote, 186 doses vão garantir a retomada da vacinação em 1ª dose dos adolescentes de 14 anos ou mais. As 2.250 vacinas restantes reforçam o estoque para as segundas aplicações das mais diferentes faixas etárias.

Chegada de nova remessa permite realizar o reforço. Foto: EBC

SAÚDE

Trabalhadores da saúde que atuam no Hospital de Caridade e Beneficência (HCB) e Unidade de Pronto Atendimento (UPA), por terem equipes mais volumosas, novamente deverão ser vacinados nos seus locais de atuação como forma de evitar aglomerações nas unidades sanitárias.

Profissionais das demais unidades da gestão em saúde (unidades básicas e demais departamentos da rede pública) atenderão a chamados para dias e locais a serem definidos pela Secretaria Municipal da Saúde. Já os trabalhadores de saúde da rede privada (que atuam em clínicas, ambulatórios, laboratórios, farmácias, drogarias, entre outros) já podem procurar as três maiores unidades de saúde do município a partir desta terça-feira (05/10) – desde que atingidos os seis meses desde a 2ª dose.

OITO SEMANAS

As pessoas que receberam a 1ª dose da Pfizer e estão com intervalo completo de 8 semanas já podem procurar as salas de vacina para receber a 2ª dose.

IMUNOSSUPRIMIDOS

Através do Informe Técnico Nº 15/2021, a Secretaria Estadual da Saúde atualizou a situação vacinal contra a covid-19 para pessoas com alto grau de imunossupressão, que receberam a 1ª dose e estão com a 2ª dose em atraso. Segundo a nota, estes pacientes estão autorizados a receberem a segunda aplicação da Pfizer, independente do imunizante obtido na 1ª dose, com o agendamento da dose adicional, também da Pfizer, para 28 dias depois.

Fonte-Texto: Viviane Souza/SMS