6.9 C
Cachoeira do Sul
terça-feira, 22 setembro, 2020 - 02:25
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

UPA completa três anos com mais de 180 mil atendimentos

 

UPA é referência para outros municípios. Foto: DivulgaçãoA Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Cachoeira do Sul, chega aos seus três anos de existência contabilizando resultados positivos. Desde sua inauguração no dia 20 de julho de 2017, soma cerca de 182 mil atendimentos com uma média 165 pacientes por dia.

A UPA é mantida pela Prefeitura com a administração do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB) de Cachoeira do Sul. O HCB dá suporte em casos que necessitem de cirurgias, avaliação neurológica ou de traumatologia e internações.
Desde o final de março deste ano, a UPA é a casa do Centro de Triagem para enfrentamento do novo coronavírus. No dia 26 de março de 2020, o Centro de Triagem Covid-19 foi instalado em anexo à estrutura da UPA, funcionando 24h por dia, todos os dias da semana, com uma equipe composta de um médico plantonista, um enfermeiro e dois técnicos de enfermagem, que realizam a triagem de pacientes com síndrome gripal, consultas médicas, testes de SWAB, testes rápidos e notificação dos casos suspeitos de Covid-19 ao município. Até o dia 12 de julho haviam sido realizados no Centro de Triagem mais de 574 testes (445 SWAB Univates, 45 SWAB Lacen e 84 testes rápidos) para detecção do Covid-19.

Mesmo tendo foco em emergências e urgências, cerca de 75% dos atendimentos realizados na UPA são classificados como “pouco urgente” e “não urgente”. “Esses atendimentos conferem à UPA um papel de aporte à sociedade e suporte à Rede”, informa a coordenadora da UPA, enfermeira Michele Koehler. As queixas com menor gravidade devem ser encaminhadas à Rede Municipal de Saúde, para as UBS ou ESFs. A coordenadora destaca ainda que a UPA segue os mesmos padrões de qualidade estabelecidos pelo HCB, que está em processo de acreditação hospitalar através da ONA (Organização Nacional de Acreditação), aplicando os protocolos exigidos pela Anvisa, mapa de gerenciamento de riscos da unidade e protocolos médicos assistenciais para garantir a segurança, humanização e qualidade na assistência ao paciente. “Para isso, cumprimos um cronograma de educação permanente visando qualificar as equipes”, ressalta Michele, além da realização de visitas técnicas de outras entidades que têm a UPA como referência para o desenvolvimento de seus processos. “Contamos com uma equipe especializada e altamente treinada para realizar a higienização da Unidade e assim minimizar a infecção cruzada”, afirmou, acrescentando que de acordo com as auditorias internas realizadas pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HCB, “nossa última nota foi 9,2 (máxima 10) “. A UPA tornou-se referência para outras unidades e frequentemente recebe equipes de outros municípios para visitas de benchmarking.

ATENÇÃO

A UPA conquistou a qualificação junto ao Ministério da Saúde com 100% de aprovação (o que demonstra que a unidade está dentro dos padrões exigidos), com tempo recorde, no dia 21 de dezembro de 2017, com apenas cinco meses de funcionamento. Isso fez com que a quantia repassada pela Prefeitura fosse de menor impacto para os cofres públicos. A partir desta titulação, o Governo do Estado deve repassar mensalmente R$135 mil; e o Governo Federal, R$170 mil. Atualmente, a Prefeitura repassa R$ 336.709,07 mil mensais para a manutenção do serviço.

UPA em Números nos três anos de funcionamento:

– 182.068 atendimentos médicos;

– 3.244 consultas de enfermagem;

– 803 consultas de assistente social, além de encaminhamentos e orientações diárias;

– Total: 186.705 atendimentos;

Destes, 4.729 atendimentos realizados a pacientes de outros municípios.

– 793.551 procedimentos realizados, destacando dentre eles:

– 16.949 – exames de imagem (Raio X)

– 17.977 – exames laboratoriais

8.357 – eletrocardiogramas

– 2.054 – atendimentos no Centro de Triagem Covid-19 (até 14 de julho)

Curiosidades:

– Horário de maior procura de atendimento é das 12h às 18h, com média de 61 pacientes nesse período;

– A maioria dos pacientes são adultos, com idade entre 18 e 59 anos (54,26%), idosos com mais de 60 anos (23,42%), crianças de 0 à 11 anos (17,61%) e adolescentes de 12 à 17 anos (4,71%);

– No dia 22 de julho de 2019, a UPA realizou 282 consultas, maior número de atendimentos registrados até os dias atuais.

Infraestrutura:

– A UPA dispõe de aparelho de RX semi-digital, com análise realizada por especialistas;

– Eletrocardiogramas (ECG), com o apoio de um serviço de telemedicina, o qual oferece segurança quanto a interpretação de traçados e orientações 24 horas online;

– Exames laboratoriais conforme a necessidade clínica do paciente, que são analisados por um serviço terceirizado;

– Sala de espera e de atendimentos climatizadas;

– Sistema de chamado em tela (com foto e nome completo do paciente);

– Cadeira de rodas, maca e aparelho de pressão para pacientes obesos;

– Aparelho de verificação de temperatura com infra vermelho;

– Venoscópio (aparelho para localizar veias);

– Monitores dixtal (para uma precisa verificação dos sinais vitais);

– Sala de emergência amplamente equipada para urgências e emergências.

O serviço de manutenção preventiva nos equipamentos e no prédio é executado com periodicidade pelo serviço de Manutenção do HCB. A UPA recebe o apoio de diversos setores do hospital, como o serviço de Lavanderia, Cozinha, Centro de Materiais Esterilizados, Tecnologia da Informação, Compras e Administrativo.

 

Advertisement