10.7 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 16 junho, 2021 - 11:15
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Conheça as opções turísticas de Agudo

A região conhecida como Agudo, aparece pela primeira vez em um mapa originado pela Província no ano de 1800. O Governo Provincial cria na região, a Colônia Santo Ângelo, nome dado em homenagem ao então Presidente da Província, Ângelo Muniz Ferraz. Apenas em 1º de novembro de 1857, os primeiros imigrantes alemães chegam a Cerro Chato, à margem esquerda do Rio Jacuí.

O primeiro diretor foi Florian Von Zurowski, que logo foi substituído pelo Barão Von Kahlden, a primeira personalidade mais importante da história da Colônia Santo Ângelo, onde atuou como administrador público. A Picada Morro Pelado, aberta em 1855, forma hoje a Avenida Concórdia, a principal da cidade. Em 1865 a Colônia Santo Ângelo torna-se o 1º Distrito de Cachoeira do Sul, estendendo-se à margem esquerda do Rio Jacuí até a Colônia Germânica (atualmente Candelária). Em 4 de setembro de 1855, a Câmara Municipal de Cachoeira do Sul dividiu a Colônia Santo Ângelo em 6 grandes complexos de acordo com a Lei Municipal nº 1.433, de janeiro de 1844, para a arrecadação de Imposto Colonial. Terminava então, a possibilidade da colônia tornar-se um grande município.

Em 1938, Agudo é elevada a categoria de cidade. Nome que se originou de um morro localizado a oeste do município, com 429 metros de altura. Em 1957, iniciou-se o movimento de emancipação. Dois anos depois, pela Lei nº 3.718, de 16 de fevereiro de 1959, foi criado o município de Agudo, com área de 553 Km². No território que compreende o atual município foram encontrados vestígios arqueológicos das tradições humaitá, vieira e tupi-guarani. Esses índios foram aldeados nos séculos XVII e XVIII.


O espaço OCTur traz dicas de opções turísticas em Agudo. Confira:

Balneário e Camping Drews

Possui uma excelente infra-estrutura com sinalização até o local, muita sombra, tranquilidade, contato com a natureza, atendimento da família churrasqueiras, cabanas, locais para campings, três piscinas com água tratada por químico, canchas de voleibol, futebol sete, bochas, pracinha infantil, comercialização de artesanato e produtos coloniais, uma ponte pênsil, trilhas para caminhadas, uma Gruta do Santo Expedito, amplo bar e lancheria, salão de festas, pista de dança.

Balneário e Cascata Friedrich

O Balneário e Cascata Friedrich fica localizado a 1,2 mil metros da RSC-287 e a 11 quilômetros da cidade de Agudo. Durante a temporada de verão de dezembro a março oferece os seguintes atrativos: área de camping, esportes e lazer, churrasqueiras, luz elétrica, banheiros equipados, instalação de água natural, cancha de bocha, trilhas auto guiadas, cascata natural, piscina, amplo estacionamento, produtos coloniais, artesanato, bar, pavilhões para festa e eventos, além de muita sombra e belezas naturais.

Balneário Hoffmann

Em uma área de mata nativa com sombra invejável, está o arroio. Um poço com 3 metros de fundura é uma excelente opção para banho. Dispõem de ponte pênsil, área para camping e sinalização até o local.

Cascata do Raddatz

Crédito: Governo/RS / Divulgação

Em meio a uma natureza exuberante, cercada de mata nativa com uma rica flora de plantas, como bromélias e orquídeas, fontes de águas límpidas, encontramos uma belíssima cascata com 32 metros de queda d` água e escadaria de acesso com 132 degraus.

Localizada em Linha Nova, interior do Município, a cascata é um dos pontos turísticos mais visitados em Agudo. Nos 12 quilômetros do caminho em estrada de chão passamos por locais interessantes, como a Linha Branca, paredões de rocha basáltica, propriedades de pequenos agricultores e algumas casas típicas da região da colonização alemã.

Museu Histórico Pastor Rudolf Brauer

Crédito: Governo/RS / Divulgação

O Instituto Cultural Brasileiro Alemão de Agudo (ICBAA) é um brilhante legado do Pastor Richard Rudolf Brauer, líder comunitário e religioso de Agudo. Fundado em 1982 por um grupo de colaboradores, o ICBAA abriga, em sua ampla sede, edificada em estilo enxaimel e sombreada por mata nativa, um centro cultural com museu (Museu Histórico Pastor Rudolf Brauer), auditório (Auditório João Gerdau), biblioteca alemã, salas de vídeo e de oficinas culturais.

Monumento ao Imigrante

O Monumento foi construído em 1907 em comemoração ao Cinquentenário da Imigração Alemã no Estado, lá jazem os restos mortais de 18 imigrantes. Foi destruído no período da Segunda Guerra e reerguido em 1952. Hoje, o Monumento simboliza a chegada dos imigrantes e toda sua força e garra pela reconstrução de uma nova morada.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região