19 C
Cachoeira do Sul
quinta-feira, 24 setembro, 2020 - 23:18
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Truman Capote: 36 anos sem o mestre do “jornalismo literário”

Há 36 nos, um dos mestres do chamado “jornalismo literário”, Truman Capote, falecia, mas deixava um legado que segue gerando debates, em especial no mundo acadêmico.

Capote é autor de Bonequinha de Luxo, sua obra mais famosa, adaptada para o cinema e estrelada pela atriz Audrey Hepburn.

Aos 17 anos, Capote terminou os estudos, se emancipou e começou a escrever. Seu primeiro conto, intitulado Miriam, foi publicado em 1944. Em 1948, lançou seu primeiro livro, Other voices, other rooms, no qual incorpora elementos autobiográficos e conta a história de um menino que procura desesperadamente pelo pai.

Em 1964, publica Bonequinha de Luxo e, no ano seguinte, depois de seis anos de uma minuciosa pesquisa, publica o célebre A sangue frio, obra que o consagra como um escritor de fama internacional.

Outra das facetas de escritor foi sua capacidade de redigir crônicas da alta sociedade americana. A obra Answered prayers criou polêmica por se tratar de uma crônica social que descrevia as personalidades mais representativas dos Estados Unidos. Por causa do livro, passou a ser considerado o dono da língua mais ferina de Nova York.

Capote também é considerado por muitos o criador do chamado “livro-reportagem”, ou jornalismo de pesquisa, já que seu objetivo na hora de escrever era elevar a reportagem à categoria de arte.

Em 1984, o escritor morreu em Los Angeles, devido à mistura de álcool e barbitúricos.

Crédito: Reprodução
Advertisement