Soldado do Batalhão morre com tiro de fuzil na cabeça

Por 21 de junho de 2020

A Polícia Civil de Cachoeira do Sul instaura nesta semana um inquérito policial para investigar a morte do soldado Wesley Patrick Silva Flores, 18 anos, ocorrida neste domingo (21) no 3° Batalhão de Engenharia de Combate. O jovem, que era natural de Eldorado do Sul,  foi atingido por um tiro de fuzil na cabeça.

Um inquérito policial militar deverá ser instaurado em paralelo para apurar as circunstâncias da morte também no âmbito da Justiça Militar. As autoridades policiais civis e militares trabalham num primeiro momento com a hipótese de suicídio, pois neste domingo não foram encontradas evidências de crime.

Wesley foi encontrado ferido e desacordado junto ao seu posto de sentinela, no 3° BECmb. A equipe de saúde e o corpo de defesa do quartel foram acionados assim que foi informada a ocorrência de tiro.

A Polícia Civil foi acionada assim que foi constatada a morte do soldado. O 3°BECmb informou que o clima é de consternação na unidade e que a família está recebendo assistência psicológica e religiosa.

Ainda não há informações sobre o funeral do militar.