24 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 16 abril, 2021 - 17:47
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Secretário nega ter furado fila para tomar vacina

Crédito: Reprodução

O secretário municipal de Trabalho e Ação Social, Itamar Luz, rebateu a suposição de que ele teria sido favorecido com dose de vacina contra a Covid, contrariando plano de imunização. A versão passou a circular por Cachoeira do Sul e motivou a divulgação de uma nota de esclarecimento por parte do titular da pasta. “Em 2020, enquanto vereador elegível pela cidade de Cachoeira do Sul, diante da recém chegada Covid-19 ao país, eu sempre fui uma pessoa muito presente com a minha população. Eu nunca deixei de atuar e frequentar os espaços para saber como os cachoeirenses estavam diante da situação causada pela pandemia. Acredito que esse seja o nosso papel enquanto gestor público. Acompanhar e tentar amenizar os danos”, introduziu Luz em  suas argumentações. “Agora em 2021, como secretário pela STAS, eu me mantive em contato com a população e nitidamente mais próximo dela, por notar que a pandemia está em um nível ainda mais crítico do que quando chegou ao país”, prosseguiu o secretário.

Ainda na nota que divulgou, Luz destaca que chegou a correr riscos durante sua atuação e da pasta que comanda contra a pandemia. “Meu lado humano e profissional sempre andaram juntos. Eu não consigo conviver com o pensamento de que há pessoas que necessitam de ajuda diante de toda a situação, e foi isso que eu fiz durante os últimos meses. Me coloquei em risco, coloquei meus familiares em risco e assumi minhas responsabilidades de gestor”, enfatizou.

Segundo o secretário municipal, durante a campanha “Vacinação Solidária”, no sábado (3), a versão de ter recebido uma das doses contra a Covid. “Eu fui acusado de ter recebido uma das doses da vacina. Eu jamais iria burlar meu lugar na vacinação. Jamais iria usar da minha ocupação pública para me beneficiar de privilégios. A vacinação ocorre de forma prioritária e quando chegar a minha vez, faço questão de vir publicamente mostrar”, reforçou Luz ao classificar a acusação de “fake news”. “Agradeço as pessoas que continuam acreditando na minha índole e que assim como eu, repudiam os comportamentos de ódio e as mentiras infelizes”, finalizou.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região