10.7 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 16 junho, 2021 - 11:37
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Rede estadual monitora contaminação em escolas de Cachoeira

Casos de contaminação de covid-19 em escolas deixam a 24ª CRE em atenção / Foto: Divulgação

A 24ª Coordenadoria Regional de Educação (24ª CRE) monitora o aparecimento de casos de contaminados com a covid-19 em escolas estaduais de Cachoeira do Sul. Um levantamento preliminar feito pela coordenadoria aponta que os estabelecimentos de ensino da rede estadual possuem seis professores, três funcionários e sete alunos positivados para a doença causada pelo novo coronavírus.

A coordenadora da 24ª CRE, professora Elaine Beatriz Dalcin, disse nesta terça-feira (18) em entrevista ao Programa Rádio Repórter, da Fandango FM, que a coordenadoria já previa que poderia haver o surgimento de casos de covid a partir da retomada das aulas presenciais. “Chegamos a fazer algumas projeções, já prevendo que poderíamos ter casos de contaminação. Ao contrário do que tem se falado, não há casos de surto”, pontuou Elaine.

Na região da 24ª CRE, a situação que mais preocupa é a da Escola Ciep Virgilino Jayme Zinn, no Bairro Preussler/Quinta da Boa Vista. Com três professores e um funcionário contaminados, o educandário teve de ser fechado por dois dias “por precaução”, segundo a coordenadora Elaine. No sábado (15), o Ciep passou por sanitização em todos os seus ambientes, tanto internos quanto externos, e na segunda-feira (17) foi feita uma limpeza geral para remoção das substâncias empregadas no trabalho de desinfecção. A previsão é de que as aulas presenciais no Ciep sejam retomadas nesta quarta-feira (19).

A Escola Antônio Vicente da Fontoura está com três estudantes afastados e também passa por sanitização. A coordenação da 24ª CRE reforça a necessidade de todos – professores, alunos e funcionários – continuarem tomando todos os cuidados estabelecidos nos protocolos de segurança para que o coronavírus não continue se disseminando nas comunidades escolares.

Distanciamento social de pelo menos um metro e meio, higienização das mãos com álcool em gel e, principalmente, uso constante de máscara estão entre as medidas básicas de precaução contra o contágio. “A máscara não pode sair nunca do rosto. Há casos em que a pessoa tira por algum momento, usa no queixo, e isso não pode, porque aumenta a chance de contaminação. Trocar de roupa ao chegar em casa também é muito importante”, ressaltou a coordenadora da 24ª CRE, Elaine Dalcin.

 

PANORAMA

CONTAMINAÇÃO EM ESCOLAS ESTADUAIS DE CACHOEIRA DO SUL

Professores

  • Instituto João Neves da Fontoura – 1
  • Escola Ciep Virgilino Jayme Zinn – 3
  • Escola Marieta Ribeiro de Almeida – 1
  • Escola Angelina Salzano Vieira da Cunha – 1

Funcionários

  • Escola Diva Costa Fachin – 1
  • Escola Ciep Virgilino Jayme Zinn – 1
  • Escola Angelina Salzano Vieira da Cunha – 1

Fonte: 24ª CRE

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região