Preso por matar esposa e filho é suspeito em morte de cachoeirense

Por 28 de julho de 2022

Crédito: Reprodução

A Polícia Civil de Blumenau investiga uma outra ocorrência envolvendo Kelber Henrique Pereira, 28 anos, suspeito do assassinato da esposa Jéssica Ballock, de 23 anos, e do filho de apenas três meses. O homem foi identificado nas imagens de videomonitoramento saindo de um motel em Gaspar, no dia 23 de abril. No banco do passageiro do veículo estava o corpo da cachoeirense Carine Silva da Rosa, de 36 anos, localizado horas depois em um matagal à margem da rua Theobaldo Anselmo Sansão, no Bairro Poço Grande, em Gaspar.

Na época, com base nas imagens, a Polícia Civil representou pela prisão temporária de Pereira, mas o pedido não foi aceito pela Justiça e o suspeito permaneceu em liberdade. Após buscas e apreensões nos supostos endereços dele em Blumenau, o suspeito não foi localizado inicialmente.

Em novas diligências, Pereira foi encontrado no mesmo endereço onde sua esposa e filho foram mortos no começo desta semana. Interrogado, ele negou ter envolvimento com Carine. No entanto, diante das provas já colhidas que o colocava na cena do crime, acabou admitindo ter mantido relação sexual com a a cachoeirense, mas negou tê-la matado.

Segundo seu depoimento, a mulher passou mal e veio a falecer ainda no interior do motel. Desesperado com a situação, ele disse que decidiu se livrar do corpo, já que sua esposa havia acabado de dar à luz ao segundo filho. Carine foi encontrada por um casal de ciclistas que passava pelo local. A cachoeirense estava nua e com um pano cobrindo o rosto.

O laudo sobre o corpo e do local onde o cadáver foi encontrado não indicaram a presença de sinais de violência, sendo considerada a a possibilidade de morte natural. Os funcionários do motel também não indicaram anormalidades no dia em que Pereira e Carine estiveram no local.

A Polícia Civil ainda aguarda a conclusão do laudo toxicológico para verificar a possibilidade de que a cachoeirense possa ter morrido por intoxicação exógena (ingestão de substâncias químicas). A causa da morte ainda é indeterminada.

Pereira foi preso ainda na noite desta terça-feira, no interior de São Paulo, para onde fugiu levando o segundo filho do casal, de um ano e dez meses. A criança foi deixada na casa dos avós paternos, na cidade de Muniz, no interior de Minas Gerais.

O homem foi preso pela Polícia Militar na cidade de Paulínia. Considerado foragido desde a noite de segunda-feira, quando um mandado de prisão expedido pela Justiça, o suspeito foi encaminhado nesta quarta-feira para a cidade de Campinas, onde passou por audiência de custódia e segue em prisão temporária.

Mais detalhes sobre os casos não foram divulgados pela Polícia.

Jéssica Ballock, de 23 anos / Crédito: Reprodução

Saiba mais

Jéssica e o filho de três meses foram encontrados mortos no final da manhã de segunda-feira, em um apartamento na Rua dos Caçadores, no Bairro Velha, em Blumenau. No local, a Polícia constatou que as vítimas foram degoladas. A suspeita é que o crime tenha ocorrido ainda na noite de sábado.

Nesta quarta-feira também circulou pelas redes sociais um vídeo, gravado pelo próprio Pereira, onde ele admite ter matado a esposa e o filho.

Confira: