Prefeitura e Ministério Público unem esforços para uma nova sede do IGP

Por 7 de outubro de 2021

O secretário municipal de Governo e Procurador-Geral Hélio Garcia Junior e o Promotor de Justiça Fabrício Gustavo Allegretti, da Promotoria de Justiça Criminal, visitaram nesta quarta-feira, o Departamento de Identificação (IGP), sediado atualmente no térreo do prédio da UERGS, na Rua 7 de Setembro.

Foto Noticia Principal Grande

Crédito: Eloisa Uliana/Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Prefeitura e MP compartilham da ideia de que a sede do IGP não oferece condições de trabalho para as cinco servidoras e nem de atendimento ao público que acessa os serviços. A única sala tem apenas uma divisória, poucos lugares para receber as pessoas e não disponibiliza banheiro para os usuários.

As servidoras utilizam um banheiro também cedido pela UERGS.

Além da falta de sinalização para a entrada do prédio, não há acessibilidade nem ventilação.

Foto Noticia Principal Grande

Crédito: Eloisa Uliana/Assessoria de Imprensa da Prefeitura

A Prefeitura se comprometeu em procurar espaços que possam sediar o IGP e, com o Ministério Público, levar a demanda até a Secretaria de Segurança Pública, responsável pelo órgão.

Da mesma forma, o promotor Fabrício produzirá relatório que será encaminhado às instâncias superiores. “Queremos usar o diálogo entre as instituições para resolver essa questão”, disse o promotor. “Juntos, Município e MP, demonstram força. Queremos sensibilizar o Estado para que o IGP tenha uma sede com condições de trabalho e de atendimento”, declarou o Procurador Hélio Garcia Junior, acrescentando que a disponibilidade de banheiro para servidoras e público é uma questão de dignidade.

Foto Noticia Principal Grande

Crédito: Eloisa Uliana/Assessoria de Imprensa da Prefeitura

O IGP de Cachoeira do Sul tem hoje cinco servidoras, sendo duas cedidas pelo Município. O órgão ocupa a sala no térreo da UERGS há cinco anos.

Texto: Eloisa Uliana