10.7 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 16 junho, 2021 - 11:44
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Por que o tratamento de drogas é tão difícil?

O tratamento de drogas em clínicas de recuperação é a principal alternativa de muitas famílias brasileiras que desejam ver seus familiares livres do vício. Mas, nem tudo acontece de uma hora para outra e, em muitos casos, a frustração é um sentimento comum.

Isso porque, mesmo depois da internação voluntária ou involuntária, os dependentes podem retornar ao vício. Afinal, um simples contato com a droga ou com outros usuários podem atrapalhar todo o tratamento.

Mesmo depois de muito tempo em uma clínica de reabilitação, fazendo uso de medicamentos e tendo acompanhamento profissional, o paciente pode voltar a fazer uso de entorpecentes quando é reinserido na sociedade.

O tratamento nas clínicas de internação não é garantia de que o dependente ficará livre das drogas. É preciso mais que isso. Saiba mais!

Como funciona o tratamento em uma clínica de recuperação de drogas?

O tratamento em uma clínica de recuperação de drogas tem início a partir da internação, que pode ser decidida pelo próprio dependente ou por seus familiares.

A partir de então, é feita toda uma avaliação do grau de dependência do paciente. Para cada nível de vício, existem medicamentos de desintoxicação e processos a serem aplicados.

O acompanhamento psicológico nas clínicas de reabilitação em Goiás e em qualquer outra cidade do Brasil também é bem comum.

Esses tipos de sessões terapêuticas são muito importantes durante as abstinências do usuário.

Alguns dependentes químicos não têm apoio familiar

O apoio familiar é um dos principais pilares no processo na luta contra as drogas nas clínicas de reabilitação feminina e masculinas.

Muitos usuários, em nível extremo de dependência, se veem completamente abandonados por seus familiares; o que prejudica, e muito, todo o tratamento.

Não é à toa que as clínicas de reabilitação de drogas planejam dias específicos para que a família possa visitar o paciente e, então, impulsionar o tratamento.

Apenas o isolamento nas clínicas de recuperação não adianta

A grande vantagem de uma internação em uma clínica de recuperação masculina ou também para mulheres, é manter o usuário fora de contato com a droga.

No entanto, apenas o isolamento e o uso de medicamentos não é o suficiente. E é por ter este tipo de método que muitas clínicas não conseguem ajudar o dependente, que recaem no vício assim que voltam à sociedade.

Afinal, nenhum paciente fica nesses centros de tratamento para sempre.

O poder viciante da droga é causado pelo prazer que a substância provoca no cérebro. Então, para que o tratamento seja eficaz, muitas clínicas vêm repensando seus métodos de tratamento.

Atualmente, é possível encontrar o tratamento ibogaína, por exemplo. Esse modelo utiliza uma substância natural para que o usuário se habitue a uma quantidade menor de doses, ao longo do tempo.

Dessa forma, o dependente não sofre com as abstinências e ainda torna todo o processo de libertação das drogas muito mais simples e eficaz.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região