Polícia prende cirurgião plástico acusado por assédio por mais de 90 mulheres

Por 17 de julho de 2021

O cirurgião plástico investigado pela prática de crimes contra a dignidade sexual foi preso na noite desta sexta-feira, em Gramado. O acusado foi alvo da Operação Hipócrates. Ao menos 90 mulheres já prestaram denúncia contra o cirurgião por crimes sexuais em uma clínica localizada em Porto Alegre.

A prisão ocorreu por policiais da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Porto Alegre, que cumpriam mandado de prisão preventiva contra o cirurgião plástico, identificado apenas pelas iniciais K.B., segundo informações da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Desde a deflagração da primeira fase da operação, dezenas de mulheres procuraram a Polícia Civil para fazer denúncias contra o médico. Após a publicação de vídeos em redes sociais pela namorada do investigado, diversas vítimas se sentiram coagidas pelas ameaças proferidas, bem como por outros crimes.

No Instagram, o profissional tem mais de 95 mil seguidores e já publicou fotos ao lado de personalidades conhecidas, como a viúva do MC Kevin, morto em maio, e a ex-BBB Jaque Khury.