Polícia do RS investiga cirurgião plástico por suspeita de abuso sexual de pacientes sedadas

Por 13 de julho de 2021

Um cirurgião plástico é investigado por suspeita de abuso sexual de pacientes sedadas em Porto Alegre. Nesta terça-feira, os agentes da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre, sob comando da delegada Jeiselaure Rocha de Souza, cumpriram dois mandados de busca e apreensão no Bairro Três Figueiras, durante a Operação Hipócrates.

Uma das ordens judiciais foi na clínica de cirurgia plástica do médico. Já a outra foi na sua residência. Os agentes recolheram aparelhos eletrônicos, uma vez que a denúncia informava que os abusos eram filmados.

Os policiais ainda apreenderam objetos de uso pessoal do médico para a comparação genética no Instituto-Geral de Perícias. Armas de fogo também foram encontradas.

As investigações já contam com relatos de 12 mulheres, consideradas vítimas de crimes contra a dignidade sexual após procurarem a clínica para realização de procedimentos estéticos. Um dos casos envolveria menor de idade, o que configuraria a prática de estupro de vulnerável.