Pix passa a ter limite de R$ 1 mil no período noturno

Por 27 de agosto de 2021

Medida foi anunciada para evitar golpes e fraudes. Foto: Agência Brasil

O Banco Central (BC) anunciou nesta sexta-feira (27) algumas mudanças para aprimorar a segurança do meio de pagamento. A medida é divulgada em meio ao aumento de relatos de golpes e fraudes que utilizam o Pix.

Entre as medidas anunciadas, o Pix passará a ter um limite de transação de R$ 1 mil no período noturno, entre 20h e 6h para pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs). Essa medida também vale para transferências entre contas do mesmo banco, cartões de débito e liquidação de TEDs.

Além disso, os bancos e outras instituições financeiras agora terão prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 horas para efetivar um pedido do usuário para aumento do limite de transações por Pix, boleto, TEDs e DOCs e cartão de débito. A ideia é impedir a possibilidade do aumento imediato e diminuir as situações de risco. A redução do limite continua sendo imediata.