11.8 C
Cachoeira do Sul
domingo, 20 junho, 2021 - 00:28
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Parler: Amazon, Google e Apple removem app “sem censura”

A Amazon decidiu suspender a rede social Parler de seu serviço de hospedagem digital a partir deste domingo (10). A informação foi publicada pelo fundador e CEO da rede, John Matze, em uma postagem feita na própria rede.

Antes, Google e Apple resolveram retirar o Parler de suas lojas de aplicativos. As empresas querem que haja algum tipo de moderação do conteúdo na rede social.O Parler ganhou notoriedade nos últimos dias por causa do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Ele foi banido do Twitter e suspenso no Facebook e no Instagram. As empresas afirmam que trata-se de uma “resposta” à violência em Washington, capital dos Estados Unidos, na última semana.

Desde que perdeu a eleição para Joe Biden, em novembro de 2020, Donald Trump afirma sem provas que a votação foi fraudada. O discurso inflamou seus militantes mais fiéis.

No dia 6, uma multidão de trumpistas inconformados com a derrota de Trump para Joe Biden nas eleições presidenciais invadiu o Congresso dos EUA e tentou impedir a certificação do resultado. O tumulto terminou com cinco pessoas mortas e mais de 90 presos.

O que é?

O Parler é uma rede social com muitos adeptos entre pessoas de direita no espectro ideológico por permitir a postagem de conteúdos sem restrições . Não tem, como outras redes sociais, práticas de moderação que indiquem que um conteúdo é duvidoso.

O Twitter, por exemplo, chegou a marcar como “contestável” uma publicação em que Donald Trump afirmava que a eleição dos EUA foi fraudada.

Trump é usuário do Parler. Depois que o presidente dos Estados Unidos foi suspenso ou banido das outras redes sociais, o chefe do Executivo do Brasil, Jair Bolsonaro, convidou seus seguidores no Instagram a entrar no Parler.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região