O que se sabe sobre trio preso com dinheiro falso em Cachoeira

Por 27 de maio de 2021

Suspeitos de estelionato em Cachoeira: trio da Região Metropolitana vinha sendo monitorado pela BM / Fotos: Divulgação

A ação da Força Tática da Brigada Militar com forte mobilização de grande parte das viaturas da corporação em Cachoeira do Sul e que resultou na prisão em flagrante de três suspeitos tem contornos de um esquema inteligente de desova de dinheiro falso na economia gaúcha. Anderson Silva Rodrigues, Douglas Pacheco Soares e Jean Pierre Rodrigues de Abreu foram capturados em um GM Cobalt numa abordagem que chamou a atenção pela maneira como foi efetuada, na Rua Fontoura Fontoura Xavier, no Bairro Santa Helena, na tarde da última terça-feira (25).

Com eles, a BM localizou R$ 5,8 mil em cédulas falsas de R$ 200,00 e também em notas autênticas, que já haviam sido trocadas em golpes no comércio de Cachoeira. O estelionato só não avançou ainda mais porque a BM agiu rápido. Um policial militar que estava de folga e que acompanhou boa parte da movimentação dos suspeitos contribuiu para o êxito da ação.

Informações levantadas pela reportagem do Portal OCorreio indicam que o trio se deslocou das cidades de Cachoeirinha e Alvorada, na Região Metropolitana, para fazer o derrame de dinheiro falso em Cachoeira do Sul. Essa não teria sido a primeira vez que o mesmo grupo viajou para a cidade para cometer o mesmo tipo de estelionato.

TIROS

O fato é que há tempos eles vinham sendo monitorados pelas forças de segurança. Diante da movimentação suspeita da última terça-feira, a BM montou um forte esquema para não dar qualquer chance de fuga ou de reação para os criminosos. Embora não se tenha informação oficial, testemunhas garantem que até mesmo tiros foram disparados durante a abordagem e o trio logo acabou sendo capturado. A movimentação da BM chamou a atenção também na Avenida Marcelo Gama, onde ocorreu boa parte da movimentação até a abordagem na Rua Fontoura Xavier.

Devido ao montante de dinheiro apreendido, Anderson, Douglas e Jean Pierre foram conduzidos pela BM à Delegacia da Polícia Federal de Santa Cruz do Sul, onde o flagrante foi lavrado para que o trio pudesse ser recolhido ao sistema prisional.

Ação da Brigada Militar agitou o Bairro Santa Helena, na terça-feira

Dinheiro que estava com grupo criminoso foi apreendido e recolhido à Polícia Federal