“Nunca foi por saúde. Sempre foi pelo poder”, critica Bolsonaro, após atos de vandalismo

Por 4 de julho de 2021

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais na madrugada deste domingo para criticar atos de vandalismo durante manifestações contra o governo. As cenas foram registradas neste sábado, em São Paulo, quando integrantes no protesto incendiaram uma agência bancária do Santander, depredaram pontos de ônibus e entraram em confronto com policiais.

 

A Polícia Miliar informou nas redes sociais que agentes de segurança e equipes dos bombeiros atuavam na região da Consolação, na capital paulista, para conter a depredação. Em publicação no Twitter, Bolsonaro afirmou que “nunca foi por saúde ou democracia, sempre foi pelo poder”. “Nenhum genocídio será apontado. Nenhuma escalada autoritária ou “ato antidemocrático” será citado. “Nenhuma ameaça à democracia será alertada. Nenhuma busca e apreensão será feita. Nenhum sigilo será quebrado”, completou.

Os protestos contra o governo ocorreram em pelo menos 347 municípios do país. Além do impeachment de Jair Bolsonaro, os participantes também pediam mais vacinas contra a Covid-19.