19.6 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 30 novembro, 2020 - 05:02
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Novo flagra escancara “prefeito meio turno”

Crédito: OC/Reprodução

A reportagem do Portal OCorreio com o flagrante do veículo usado pelo prefeito Sérgio Ghignatti estacionado em área exclusiva para cadeirantes, na Rua 7 de Setembro, gera ainda mais repercussão sobre o episódio. Além do desrespeito ao espaço, comentários nas redes sociais e direcionados para a redação do portal questionam o horário do fato: 14 horas desta quarta-feira (11). Ou seja, no meio da semana, Ghignatti já não estava mais na Prefeitura. Além disso, conforme leitores lembraram, em um período de campanha eleitoral, o prefeito divide ainda mais seu tempo com atividades fora da função para a qual foi eleito.

A ausência de Ghignatti nas repartições da Prefeitura em pleno horário de expediente resulta ainda em questionamentos em comentários nos compartilhamentos via aplicativos de mensagens instantâneas a respeito da gestão do prefeito na prática, uma vez que sua jornada – que já era reduzida por atividades fora da Prefeitura – está ainda com menos tempo dedicado ao papel de prefeito.

A situação já motivou inclusive um apelido ao chefe do Executivo Municipal: “prefeito meio turno”.

Internamente, os momentos de presença do prefeito exercendo a função precisam ser aproveitados por servidores que atuam mais diretamente a Ghignatti, seja para agendamentos ou até mesmo assinaturas exigidas pela função para agilizar processos administrativos. Esperar dias pela atenção do chamado “prefeito meio turno” virou uma rotina já conhecida nas salas e corredores da Prefeitura, de acordo com fontes consultadas pela reportagem do Portal OCorreio, após o encaminhamento das críticas de leitores sobre o caso da vaga destinada a cadeirantes, mas que a caminhonete de Ghignatti estava estacionada na tarde desta quarta-feira (11).

A indiferença com o direito de portadores de necessidades físicas especiais envolveu o nome do prefeito em outra polêmica, no fim de julho de 2018, quando sua caminhonete também foi flagrada estacionada em vaga de uso exclusivo.

O prefeito ainda não manifestou uma posição sobre as críticas que recebeu, após novo flagrante.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região