Mulher é presa por “gato” na água para encher piscina em Cachoeira

Por 12 de janeiro de 2022

Ligação clandestina foi constatada durante busca por drogas no Beco dos Trilhos / Foto: Divulgação

 

Uma mulher foi presa em flagrante pela Polícia Civil em Cachoeira do Sul sob suspeita de ter feito uma ligação clandestina na rede pública de água para encher a piscina de casa. A ação policial aconteceu na tarde desta terça-feira (11), no Beco dos Trilhos.

O crime de furto de água foi constatado por acaso. Os policiais haviam ido até a residência para cumprir mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça relacionado a investigação por tráfico quando notaram que havia uma mangueira preta conectada a um ramal desativado da rede pública de água.

Segundo a Polícia, a ligação clandestina, conhecida popularmente como “gato” por não passar pela medição do hidrômetro, era usada para abastecer uma piscina de alvenaria com capacidade para 10 mil litros de água. A irregularidade foi comprovada por técnicos da Corsan.

Durante a diligência, a Polícia não encontrou drogas. Segundo os policiais, a suspeita Luciana Rezende Fagundes, 43 anos, teria debochado da ação da Polícia afirmando que não iria ser presa por ter feito um “gato” na rede de água.

No entanto, os policiais deram voz de prisão por furto e ela foi conduzida à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde o flagrante foi lavrado pela delegada plantonista Débora Aparecida Dias. A suspeita Luciana preferiu não prestar depoimento e foi recolhida ao Presídio Estadual de Cachoeira do Sul.