Morre Egydio Alfredo Schlabitz, idealizador da Confederação Nacional de Municípios

Por 19 de junho de 2022

Crédito: CNM

O movimento municipalista perdeu o idealizador e um dos fundadores da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em 1980, deixando um legado importante para todos os Municípios: Egydio Alfredo Schlabitz tinha 94 anos e deixou três filhas e netos. O óbito ocorreu na sexta-feira.

Schlabitz nasceu em 1928, em Lajeado. Em 1963, assumiu o posto de subprefeito do desmembramento de Camaquã, o 7º Distrito, chamado de Cristal, que passou a se chamar Cristal em 1988. Atuou como líder da Comissão de Emancipação. Foi prefeito eleito da cidade de Camaquã de 1977 a 1982. Também fundou, em 31 janeiro de 1972, a Associação dos Municípios da Costa Doce (Acostadoce).

18062022 FundacaoCNM2

Sua representatividade está marcada nas páginas do livro “Município, Palco da Vida”, obra que relata a história do movimento e o processo de fundação da CNM. O livro relembra reunião realizada durante evento em Praia Grande (São Paulo), no ano de 1979, para debater a deterioração da condição dos Municípios e a falta de representatividade desses junto ao governo federal. Participaram gestores de todo o país.


“Nesse evento, foi debatida uma proposta vinda de uma reunião em Curitiba, do prefeito de Camaquã e presidente da Associação de Municípios do Centro Sul, do Rio Grande do Sul, Egydio Alfredo Schlabitz, de criar a Confederação. A criação da entidade foi decidida em um segundo momento, durante o II Encontro de Presidentes de Associações Estaduais de Municípios” – trecho do livro Município, Palco da Vida


O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, lamentou o falecimento de Schlabitz e ressaltou a sua importância no fortalecimento dos municípios no Brasil. “Egydio foi um visionário e lutou para mostrar que os Municípios apenas teriam força a partir da criação de uma entidade que desse voz a esses Entes. É fundamental olharmos para trás, reconhecermos nossa história e saber que tudo o que construímos até hoje se deve, primeiramente, à luta de lideranças como ele. É uma grande perda para o nosso país, mas fica com todos nós os ensinamentos e o legado deixado”, destaciu Ziulkoski.

18062022 FundacaoCNM

Schlabitz será homenageado pela CNM durante evento a ser realizado no decorrer da semana. “É importante que todos os gestores conheçam a história e a importância de um dos nossos fundadores”, complementou Ziulkoski.