15.4 C
Cachoeira do Sul
quinta-feira, 25 fevereiro, 2021 - 04:30
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Morre a matriarca da Escola de Samba Unidos da Vila

Dona Elusa deixa um legado de dedicação ao carnaval cachoeirense e à sua escola de samba. Fotos: OC Digital/Reprodução

 

Morreu na madrugada desta terça-feira (23) no Hospital de Caridade e Beneficência (HCB), de Cachoeira do Sul, a matriarca do Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Vila, Elusa Terezinha Rodrigues Alves, 83 anos, a Dona Elusa. A nação verde e rosa, durante a gestão de Dona Elusa, conquistou títulos e títulos no carnaval cachoeirense.

Foram mais de uma década de dedicação à Escola de Samba, que tem seu barracão na Rua Roberto Silva, no Bairro Barcelos, em frente à moradia da família de Dona Elusa. Foi uma trajetória de conquistas e, por isto, segundo carnavalescos da Unidos da Vila, a matriarca deixa um legado de vitórias que enalteceu o carnaval de rua.

A figura de Dona Elusa é lembrada por sua dedicação à Unidos da Vila ao logo de quase 15 anos, período em que a agremiação, que antes tinha suas atividades em um pavilhão na Rua Andrade Neves, até sua sede própria onde concentra todas suas atividades através de projetos sociais.

Ana Lúcia Falcão, atual presidente, com Dona Elusa

ATENÇÃO

Dona Elusa deixa o esposo, Artur da Silva Aires (in memoriam); filhos, Gisele, Elton e Evandro e demais familiares. O corpo será velado na Capela da Funerária Madre Teresa, na Rua Ivo Becker, 45. O sepultamento será realizado nesta terça-feira (23), às 15h, no Cemitério Municipal de Cachoeira do Sul.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região