Moradores sinalizam buraqueira das ruas

Por 5 de maio de 2022

Na Rua Moron, famílias alertam motoristas e Prefeitura. Fotos: Divulgação.

Não é só a periferia de Cachoeira do Sul que está com ruas intransitáveis devido aos buracos e alagamentos. Em parte devido à chuva e outra pela falta de manutenção constante, conforme os moradores. Além disso, há cobrança por iluminação pública, que em muitos bairros existem ruas totalmente às escuras.

Em mensagens à redação, famílias residentes na Rua Sílvio Scopel, no Bairro Santo Antônio, relatam a existência de crateras pela falta de escoamento da água da chuva. Também no final da Rua Rui Ramos, no Bairro Bom Retiro, os moradores pedem patrolamento para conter a buraqueira.

Na Rua General Osório, atrás do Estádio Joaquim Vidal, abriu uma cratera no asfalto. Não há sinalização e também iluminação no local. “Estamos sem atenção da Prefeitura”, reclama a dona de casa Cristiane Silva.

NO CENTRO

Na região central da cidade, a solução adotada por moradores é sinalizar os buracos com galhos de árvores. É o caso do cruzamento das ruas Moron e Andrade Neves  ao lado da Praça José Bonifácio. Outro ponto também sinalizado fica na Rua Moron proximidades do antigo complexo da Cesa. Nesta área, as pedras da pavimentação estão fora do lugar.

PASSO D’AREIA

Na estrada da Ferreira, no Passo D’Areia, perto do acesso ao campus da UFSM, os moradores também sinalizaram a buraqueira com galhos de árvores. Outra preocupação é com a falta de iluminação no local. Segundo as famílias, aumentou o movimento de veículos na região devido à retomada das aulas presenciais na UFSM.