Maus-tratos: Cempra recolheu cadela com mandíbula fraturada e cavalo abandonado

Por 18 de agosto de 2021

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, através do Centro Municipal de Proteção Animal, recolheu nesta semana três cadelas que estavam abandonadas na ERS-403, nas proximidades do trevo com Candelária. Uma das cadelas estava com a mandíbula fraturada e precisou ser encaminhada para cirurgia e tratamento em uma clínica veterinária de Cachoeira do Sul. As outras duas, em situação de desnutrição, foram levadas ao Cempra.

Foto Noticia Principal Grande

Crédito: Ass. Com.

O coordenador do Cempra, Renier Paschoal, o médico veterinário Pedro Schlabbitz e o servidor Armindo Oliveira atuaram também nesta semana no recolhimento de um cavalo de cerca de 15 anos, que estava abandonado na Volta da Charqueada. “O animal estava quase morto. Foram várias horas de trabalho no próprio local para buscar o mínimo de reabilitação para que ele pudesse ser retirado do local e levado ao Cempra”, explicou o secretário de Meio Ambiente, Geraldo Fogliarini. O dono do animal ainda não foi identificado. Ele segue debilitado e recebendo tratamento intensivo para que sobreviva.

Importante

Nos últimos dias, o Cempra atendeu a cerca de 40 denúncias com relação a cães, a grande maioria envolvendo maus tratos. Renier Paschoal, coordenador do Cempra, enfatiza que quando não há risco iminente de morte de algum animal, a denúncia deve ser feita via protocolo da Prefeitura. Se há risco de morte de um animal, como por exemplo, um cão atropelado ou um cavalo em via pública, a denúncia pode ser feita pelo telefone 190, da Brigada Militar. Eles têm canais de contato direto com o Cempra, que será imediatamente informado para tomar providências.

Foto Noticia Principal Grande

Crédito: Ass. Com.