Losartana: Anvisa manda recolher remédio para pressão alta

Por 23 de junho de 2022

Medida foi tomada por causa da presença da impureza ‘azido’ / Crédito: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta quinta-feira a interdição e recolhimento de lotes dos medicamentos com princípio ativo da Losartana. Segundo a Anvisa, a medida foi tomada por causa da presença da impureza ‘azido’ em concentração acima do limite de segurança aceitável.

As impurezas chamadas de “azido” são substâncias que podem surgir durante o processo de fabricação do insumo farmacêutico ativo (IFA) e que tem potencial mutagênico. Impurezas mutagênicas são substâncias químicas que podem causar mudanças no DNA de uma célula. A medida é preventiva e foi tomada após a realização de análises nos produtos do mercado brasileiro. As avaliações foram realizadas pelos fabricantes do medicamento no Brasil por determinação da Anvisa.

O tipo de medicação é um dos mais indicados e usados no Brasil para o tratamento de pressão alta (hipertensão arterial) e insuficiência cardíaca, reduzindo o risco de derrame e infarto. Pessoas que utilizam o medicamento não devem interromper o seu tratamento, pois pode levar a problemas graves, conforme a Anvisa.

Os lotes que foram mantidos no mercado são considerados seguros e podem ser consumidos.