Inter empata sem gols com o Ceará no Castelão

Por 6 de outubro de 2021

O Internacional empatou sem gols com o Ceará nesta quarta-feira, no Castelão, em partida da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time de Aguirre chega aos 33 pontos na competição, e segue na luta pelo G6. No próximo domingo, o Colorado recebe a Chapecoense, no retorno da torcida colorada ao Beira-Rio, encerrando sequência de dois jogos consecutivos como visitante.

Inter começa melhor, adversário cresce com o tempo

Retorno da torcida, primeira partida em 10 dias e vitorioso na rodada passada. O cenário sugeria um Ceará bastante intenso nos movimentos de abertura do confronto, mas a realidade correu bem diferente do esperado. Melhor em campo na primeira quinzena de minutos, o Inter chegou com enorme perigo em duas situações, a primeira finalizada por Mauricio, mas cortada por Messias, e depois em arremate de Yuri, milagrosamente espalmado por João Ricardo. Após esta, porém, o domínio do jogo trocou de mãos.

Simpático à bola área ofensiva, explorada principalmente por Cléber, mas também, em lances de bola parada, por Messias e Luiz Otávio, o Ceará assustou pela vez primeira aos 19. Servido por Marlon, Vina finalizou rasteiro, e Daniel salvou. Depois, novos escanteios alvinegros voltaram a assustar o time de Aguirre, mas insuficientes para alterar o placar, que seguiu zerado até o intervalo de confronto. Boa parte da igualdade, vale lembrar, também encontrou justificativa no acidentado gramado do Castelão, que muito prejudicava a troca de passes de ambas as equipes.

Daniel faz a diferença

Extremamente desfalcado, em decorrência de convocações para a Data FIFA, lesões, suspensão e, inclusive, quadros gripais, o Inter dispunha de poucas opções ofensivas no banco de reservas. Até por isso, Aguirre precisou ser criativo nas trocas que realizou ao longo da etapa final, chegando a modificar o esquema tático do Inter, que saiu do 4-4-2 e adotou o 4-3-3. O time da casa, por outro lado, seguiu fiel ao seu estilo, dominante após o intervalo.

Bem-sucedida como fora na primeira etapa, a bola área seguiu oferecendo importantes escapes para o Ceará ao longo do tempo segundo. Quem também voltou a brilhar, contudo, foi Daniel, responsável por consecutivos milagres que impediram a meta colorada de ser vazada. Na linha de frente, o Inter assustou em espaçados contra-ataques, também insuficientes de balançar as redes alvinegras.