Inter empata com o Santos na Vila

Por 22 de agosto de 2021

O Internacional foi até o litoral paulista na tarde deste domingo para a disputa da 17ª rodada do Brasileirão, e retornou para casa com ponto importante na bagagem. Na Vila Belmiro, Mercado, aos sete do primeiro, e Yuri, aos 44 do segundo tempo, marcaram para o Inter no empate de 2 a 2 com o Santos, resultado que leva o Colorado aos 22 pontos no Nacional.

Os comandados de Diego Aguirre voltam a campo no próximo domingo, às 18h15, diante do Atlético-GO. Fora de casa, a partida integrará a 18ª rodada, penúltima do primeiro turno. No momento, o Inter é 10º na tabela, a apenas dois pontos do G6, grupo que engloba equipes classificadas para a próxima edição da Libertadores da América.

Inter começa melhor, Santos cresce

Gabriel Mercado precisou de apenas sete minutos para marcar seu primeiro gol com a camisa colorada. Recompensando o bom início de jogo do time de Aguirre, o argentino aproveitou bola alçada por Dourado para, após domínio tranquilo, mandar de canhota, com estilo, fora do alcance de João Paulo. Na sequência, o Santos respondeu com dois escapes, mas ineficazes por impedimento, primeiro, e falta de pontaria, depois.

Às investidas rivais, o Inter respondeu também com suas tramas. Pouco antes dos 20, Patrick, servido por Taison, e Dourado, após escanteio cobrado por Edenilson, quase ampliaram para o Clube do Povo, mas também ficaram por detalhe de balançar as redes. Corrido, o jogo parecia pedir por um gol, e ele saiu do lado mandante. Pirani, aos 23, empatou.

O gol virou a chave do jogo, que viveu um terceiro momento, seguinte ao de domínio colorado e a outro marcado por equilíbrio. A partir do empate, o Santos fez valer o fator local e, com especial destaque para o corredor esquerdo de ataque, passou a pressionar em busca da virada, que chegou, aos 34, com Pirani.

Ousadia recompensada

O Inter de Diego Aguirre não concebia a possibilidade de sucumbir na Vila Belmiro, determinação comprovada na postura agressiva do reinício de partida. Soltos, os laterais coloradas viraram alas, e uma verdadeira blitz foi armada em cima do time da casa, que passou a ser sufocado por um Clube do Povo incessante na busca pelo placar.

Boschilia por Lindoso, Guerrero na vaga de Mercado, Palacios e Paulo Victor alçados nos lugares de Patrick e Moisés. Corajoso, o Inter não cedeu nem mesmo ao cansaço, natural para quem há tanto pressionava. A recompensa da postura ofensiva chegou com o gol de empate, anotado por Yuri, aos 44, após assistência de Edenilson, maravilhosamente servido por Dourado.