HCB ZERA OCUPAÇÃO POR COVID

Por 17 de setembro de 2021

O levantamento diário do Hospital de Caridade e Beneficência divulgado na tarde desta sexta-feira é um marco na luta de Cachoeira do Sul contra a Covid. Pela primeira vez, UTI Covid e Enfermaria Covid não registram pacientes internados em função da doença.

O pico de casos ocorreu ainda em março, mas a onda que se estendeu até maio em Cachoeira do Sul, tendo reflexos na ocupação de leitos no HCB.

A área de abrangência de Covid-19 de Cachoeira do Sul tem cerca de 200 mil moradores. A instituição contava com dez leitos gerais de UTI e, ao longo de 2020, habilitou com o Governo eEtadual a criação de mais dez unidades exclusivamente para o atendimento contra o Coronavírus.

Com o pico de casos e internados em 2021, o HCB entrou em colapso. Chegou a atingir 185% de lotação nos leitos de UTI e, ao longo de todo o mês de maio, operou em níveis de ocupação entre 122% e 150%.

A Prefeitura efetivou um convênio em 4 de março com o HCB  para a criação de sete leitos extras de UTI. Nesse mesmo período, a Secretaria Estadual da Saúde enviou respiradores para tornar adequadas as unidade. As sete UTIs extras foram cadastradas pelo hospital no sistema oficial de regulação da pasta estadual no dia 9 de abril. Desde entãp, entraram na mira do sistema de regulação de leitos.

Já em 2 e 10 de maio, os sete leitos foram descadastrados, mas os respiradores permaneceram no HCB, financiados pela Prefeitura ao hospital com o valor de R$ 1,6 mil por dia utilizado de cada unidade.