18.6 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 30 outubro, 2020 - 22:03
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • POLÍCIA
  • Grávida de 9 meses assassinada: bebê foi retirado antes de Polícia encontrar corpo

Grávida de 9 meses assassinada: bebê foi retirado antes de Polícia encontrar corpo

Crédito: Reprodução

Um crime bárbaro mobiliza a Polícia de Santa Catarina. A grávida Flávia Godinho Mafra, de 25 anos, desaparecida desde a tarde desta quinta-feira (27), em Canelinha, Santa Catarina, foi encontrada morta nesta sexta-feira (28). Seu bebê retirado antes da Polícia Militar localizar o corpo na cidade de São João Batista. Flávia estava grávida de 9 meses.

O corpo foi encontrado em uma cerâmica de São João Batista. A suspeita é que a mulher teria sido morta para o bebê ser roubado. A assassina seria uma conhecida, conforme investigações iniciais da Polícia.

Duas pessoas suspeitas de terem envolvimento foram presas. Uma delas é uma mulher que teria dado entrada no hospital alegando que teve o filho em casa. No entanto, as enfermeiras desconfiaram da história apresentada e acionaram a Polícia.

A detida, em depoimento, contou que teria matado a vítima com um golpe de tijolo na cabeça. Para retirar o bebê do ventre da vítima, teria usado um canivete.

As apurações policiais indicam que a vítima saiu de casa de carona para participar de um chá de bebê surpresa. A mulher presa admitiu que teria feito o convite para o chá de bebê com objetivo de atrair a grávida. Mas, ao chegar no local, aproveitou o momento em que a vítima estava de costas para dar um golpe com tijolo na grávida.

Para justificar a barbárie que teria cometido, a detida disse que também estava grávida, mas que perdeu o bebê e não contou para os familiares por causa da expectativa criada.

Advertisement
Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região