Granol busca recertificação da usina de Cacheira do Sul

Por 21 de setembro de 2021

A Granol está em fase de revisão da certificação de sua planta de Cachoeira do Sul no RenovaBio. Os novos números que a usina busca junto à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) foram publicados na página oficial da Green Domus – empresa que está responsável por acompanhar o processo – nesta segunda-feira.

A principal mudança na certificação da Granol está relacionada com a fração elegível. A certificação que foi publicada em maio de 2020 permitia que a usina considerasse 8,8% do biodiesel comercializado por Cachoeira do Sul para a emissão de Créditos de Descarbonização (CBios). No novo relatório apresentado pela Granol, o percentual chega perto de triplicar, ficando próximo aos 24,7%.

O que é?

RenovaBio é um programa do Governo Federal, lançado pelo Ministério de Minas e Energia, em dezembro de 2016, com o objetivo de expandir a produção de biocombustíveis no Brasil, baseada na previsibilidade, na sustentabilidade ambiental, econômica e social, e compatível com o crescimento do mercado.

CBio, também conhecido como crédito de descarbonização ou crédito de carbono, é um ativo emitido por empresas licenciadas. Para isso, elas devem ser produtoras ou importadoras de combustíveis que trabalhem para redução de emissões do gás no meio ambiente.