15.1 C
Cachoeira do Sul
domingo, 7 março, 2021 - 05:36
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Governo vai à Justiça por solução para paradas da Honorato

 

 

Parada interditas porque há risco para os usuários. Foto: OC Digital

A Prefeitura de Cachoeira do Sul deve ingressar com uma ação na Justiça contra a empresa responsável pela construção no ano passado –  herança do governo Ghignatti – de duas paradas de ônibus na Praça Honorato Santos, no centro da cidade, as quais tiveram que ser interditadas. A informação foi dada pelo secretário de Obras, Luciano Lara, acrescentando que quer uma solução urgente tendo em vista a gravidade do problema.

As paradas com estrutura de ferro e vidro foram construídas em novembro sob a supervisão do governo do ex-prefeito Sergio Ghignatti. A empresa responsável é a Tomczak Estruturas Metálicas, de Frederico Westphalen. O valor do investimento do governo Ghignatti foi de R$ 124.396,55.

Em dezembro, já havia informação sobre a situação da estrutura. Nesta semana, a Secretaria de Obras constatou infiltração da água da chuva, queda de parte do teto de uma das paradas, vidro quebrado o que levou o fechamento das paradas.

NA CÂMARA

A precariedade das duas paradas de ônibus na Praça Honorato Santos foi levantada na Câmara pelo vereador Ronaldo Trojahn (PSB). Ele disse que tem recebido reclamação dos usuários dos ônibus urbanos e que, por isto, entende que uma reformulação na obra necessita ser feita. Para Trojahn, a obra tem que passar por uma avaliação técnica e, se houver risco em sua estrutura, os responsáveis precisam ser cobrados.

 

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região