28.5 C
Cachoeira do Sul
domingo, 28 fevereiro, 2021 - 13:21
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Governo José Otávio está com secretariado quase definido

Prefeito eleito José Otávio e vice Ângela Schuh estão com o time do primeiro escalão praticamente definido para assumir a Prefeitura de Cachoeira a partir de 1º de janeiro / Foto: Divulgação

Está quase definido o time de secretários que farão parte do novo governo do prefeito eleito de Cachoeira do Sul, José Otávio Germano, a partir do dia 1º de janeiro de 2021. As negociações e reuniões de transição e também internas da futura administração se intensificaram nas últimas semanas, em razão da proximidade da posse do novo prefeito e de sua vice, a professora Ângela Schuh.

Até o momento, há 10 nomes confirmados, tanto de cotas de partidos que fizeram a composição da chapa vencedora em 15 de novembro, assim como de indicação de entidade de classe e também da cota pessoal de José Otávio. O futuro secretário da Agricultura, por exemplo, saiu de uma lista tríplice do Sindicato Rural de Cachoeira do Sul que acabou indicando o seu presidente, o agropecuarista Fernando Cantarelli Machado.

Da cota pessoal de José Otávio, entram o advogado Léo Zahn na Administração e o empresário Marcos Carneiro de Oliveira (sócio-proprietário da Pizzaria da Nany) na pasta do Interior. Na Procuradoria Jurídica, o advogado Hélio Garcia Jr. exerce o papel de coordenar a transição, mas a tendência é de que ele permaneça na titularidade depois da posse. Autoridade reconhecida nacionalmente na área do ensino, a vice-prefeita e professora Ângela Schuh assumirá a Secretaria da Educação.

ROGER NA SAÚDE

Uma surpresa de última hora foi o anúncio da permanência de Roger Gomes da Rosa na Secretaria Municipal da Saúde. O trabalho desempenhado por ele na linha de frente no combate à pandemia da Covid-19 ganhou o reconhecimento do prefeito eleito José Otávio, que decidiu então não mexer na pasta.

A administração da pandemia por Roger e sua equipe possibilitou que Cachoeira resistisse até o fim de novembro em bandeiras amarela e laranja no modelo de distanciamento controlado do governo do Estado. Além disso, Cachoeira possui uma das menores taxas de mortalidade por Covid no Rio Grande do Sul, hoje na ordem de 12,2 mortes por 100 mil habitantes.

ESPECULAÇÕES

Além de secretários confirmados, há pelo menos quatro nomes em especulação nos bastidores da política de Cachoeira do Sul. O ex-prefeito Pipa Germanos, primo de José Otávio, é cotado para assumir a Secretaria de Governo. O nome dele chegou a ser questionado por uma parcela de cachoeirenses por supostamente se enquadrar na Lei do Nepotismo.

No entanto, se enquadram nessa lei somente parentes até terceiro grau. Primos são previstos na Lei do Nepotismo como parentes em quarto grau, o que abriria caminho para Pipa eventualmente assumir cargo no primeiro escalão do governo municipal.

Também estão em especulação os nomes de Cláudia Scarparo para a Secretaria de Cultura, por ela ser cota do PDT, de Ronaldo Trojahn (PSB) na pasta do Desporto, e do vereador Itamar Luz, braço direito na campanha de José Otávio, para a Secretaria de Inclusão Social (antiga Stas).

 

SAIBA MAIS:

Confirmados

  • Administração – Leo Zahn (Cota pessoal de José Otávio)
  • Fazenda – Claudinho Schlottfeldt (Progressistas)
  • Planejamento e Habitação – Azevedo da Susepe (Republicanos)
  • Obras – Luciano Lara (cota do PSD)
  • Agricultura – Fernando Cantarelli, por lista tríplice
  • Interior – Marcos Carneiro de Oliveira (cota pessoal de José Otávio)
  • Procuradoria Jurídica – Hélio Garcia Jr. (transição, mas deve permanecer no governo)
  • Meio Ambiente – Geraldo Folgearini (cota do MDB)
  • Saúde – Roger Gomes da Rosa (decisão de José Otávio em razão da pandemia)
  • Educação – Angela Schuh (vice-prefeita filiada ao Progressistas)

 

Secretarias ainda sem titulares confirmados

  • Governo
  • Cultura
  • Turismo e Desporto
  • Inclusão Social (antiga Stas)
  • Desenvolvimento Econômico (antiga Smic)
Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região