Governo do RS abre concurso com salários de até R$ 7,3 mil

Por 22 de outubro de 2021

O governo do Rio Grande do Sul publicou nesta sexta-feira o edital de abertura de concurso público para a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG). Ao todo, são 53 vagas para o cargo de analista de planejamento, orçamento e gestão, sendo seis destinadas a pessoas com deficiência e oito para pessoa negra ou parda. Para uma carga horária de 40 horas semanais, a remuneração é de R$ 7.345,12. Para concorrer, é preciso ter ensino superior completo em qualquer área.

As inscrições foram abertas nesta sexta-feira e seguem até 22 de novembro pelo site da Fundatec, banca selecionada para a organização do concurso. O valor da taxa de inscrição é de R$ 211,22.

Para o secretário da SPGG, Claudio Gastal, os profissionais que atuam neste cargo têm um papel fundamental, uma visão transversal das ações e projetos do Estado do Rio Grande do Sul. “Ele é colocado nas secretarias fins e colabora na temática de planejamento, orçamento e gestão, captação de recursos, acompanhamento de projetos. É uma oportunidade para a população, para os profissionais do Rio Grande do Sul e de todo o Brasil, mas também é para atender uma demanda antiga que é a reposição de quadros. Historicamente, o Estado, além das dificuldades financeiras que enfrentou, teve uma saída grande de pessoas que se aposentaram ou que se retiraram do quadro e necessitamos desta reposição para qualificar os serviços e, com isso, atender as demandas da população”, afirma.

O profissional é responsável pela execução de atividades e competências, principalmente nas áreas de planejamento, gestão de projetos, captação de recursos e orçamento. A SPGG conta com 77 destes analistas no quadro.

A seleção está agendada para o dia 9 de janeiro de 2022 em Porto Alegre e contará com duas provas. A teórico-objetiva terá 100 questões, divididas em Língua Portuguesa (10), Raciocínio Lógico e Estatística (10), Direito Administrativo e Constitucional (10), Governança e Gestão (40) e Planejamento e Orçamento Público (30).

A prova dissertativa será composta de uma questão. O candidato precisará se posicionar com um texto entre 15 e 30 linhas a respeito de um tema relacionado ao ramo de Governança e Gestão ou Planejamento e Orçamento Público. Conforme o edital, serão corrigidas as Provas Dissertativas dos 200 primeiros candidatos classificados na prova teórico-objetiva.

Após a homologação, o concurso terá validade de dois anos, prorrogáveis por mais dois. Os aprovados serão chamados no período segundo as necessidades da SPGG.