Golpe sobre liberação de valores judiciais mobiliza TJRS

Por 26 de julho de 2022

O Tribunal de Justiça alerta para um novo tipo de golpe envolvendo solicitações de pagamentos de valores a cidadãos que figuram como partes em processos judiciais, a fim de liberar valores do referido processo, dos quais são credores.

O golpe ocorre da seguinte forma: os estelionatários entram em contato com as partes, via mensagem de aplicativo WhatsApp se identificando como servidores do TJRS, apresentam dados reais de processo da parte, CPF e o nome do Advogado da causa. Após, os golpistas solicitam que a parte entre em contato com o Advogado através de um telefone/WhatsApp específico, pelo qual será solicitado pagamento de valores, via PIX, sobre pretexto de tratar-se de uma guia de DARF para liberação do benefício.

Atenção

O Judiciário gaúcho alerta que nenhum servidor realiza contato via WhatsApp para informar a liberação de valores e muito menos direcionamento de partes a Advogados, seja para qualquer finalidade. O alerta serve também para as partes que figuram em processos junto ao TJRS (2º grau) e aos escritórios de Advogados que representam seus interesses, para que mantenham comunicação através de contatos preestabelecidos.