13.8 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 28 setembro, 2020 - 07:18
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Feliz de quem faz feliz.

Quando fazemos alguma coisa em favor de alguém, por mais feliz que esse alguém possa ficar, há quem fique ainda mais feliz por isso: nós mesmos. Aliás, podemos constatar por experiências próprias, você, eu, todo mundo, que normalmente somos nós os maiores beneficiados quando beneficiamos outra pessoa. O que também é um enorme incentivo para continuarmos sempre a fazer o bem, pois quanto mais favorecemos, mais  favorecidos somos, naturalmente, ficando assim muito bom para todos.

Da mesma forma, quando fazemos algo que magoa, agride ou prejudica alguém, é certo que os mais magoados, agredidos ou prejudicados somos nós. Mesmo que essa decepção não ocorra no ato do fato, sem dúvida iremos reconhecê-la mais adiante. Isso acontece porque dentro de cada um existe uma natureza divina, perfeita, que tem como base de equilíbrio a harmonia plena, o amor a si e ao próximo simultaneamente, que se traduz, na prática, em fazer aos outros o que gostamos que os outros nos façam, nunca o que não gostamos. Então quando essa essência sublime é contrariada há um desequilíbrio natural que se retrata em arrependimento, em sentimento de culpa, em autopunição e em outras formas de sofrer entre si.

Amar o próximo como a si mesmo é uma forma de expressar que eu e o outro representamos um só ser, que o outro é meu próprio reflexo, sendo a recíproca sempre verdadeira. Por isso ficamos felizes fazendo alguém feliz, pois é a nós mesmos quem estamos felicitando, bem como, ao fazer alguém infeliz nos sentimos, infelizmente, assim também. Que possamos sempre desfrutar a vida realmente feliz que possui todo aquele que faz feliz.

O melhor de tudo é que a gente tem opção. A começar por concordar ou não com as afirmações acima.

Ótima semana, queridos leitores e leitoras!

Cleo Boa Nova é publicitário, palestrante, escritor, músico e comunicador, autor dos livros “A Nossa Vida é a Gente Quem Cria. Senão Não Seria a Nossa Vida” e “Viva Feliz o Dia de Hoje. Viva!” e autor-intérprete do CD “Paz e Alegria de Viver”.

Advertisement