15.1 C
Cachoeira do Sul
terça-feira, 13 abril, 2021 - 10:48
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Facebook tem vazamento de telefones e dados pessoais de usuários

O Facebook teve mais uma vez sua segurança comprometida com um vazamento. Hackers expuseram mais de 533 milhões de dados pessoais de usuários da rede social. As vítimas são de 106 países do mundo, incluindo o Brasil, onde pelo menos 8 milhões de contas foram comprometidas.

Os dados incluem telefones celulares, nome completo, data de nascimento, biografias, nome de usuários e e-mails em alguns casos. De acordo com um porta-voz da plataforma para o Business Insider, a vulnerabilidade ocorreu em 2019 e já foi corrigida.

Esse tipo de informação é muito valiosa na internet, já que golpistas podem usar esse dados para enganar pessoas, vender para empresas ou até mesmo criar e descobrir logins. “Um banco de dados desse tamanho contendo as informações privadas, como números de telefone de muitos usuários do Facebook, certamente levaria a malfeitores tirando vantagem dos dados para realizar ataques de engenharia social [ou] tentativas de hacking”, disse Alon Gal, especialista em segurança cibernética, para o site.

O vazamento do Facebook foi descoberto após ser publicado em um fórum de hackers. Em janeiro, um dos membros do grupo estava vendendo um bot que poderia entregar números de telefone de centenas de milhares de usuários da rede social. Agora, todas essas informações estão postadas de forma aberta, podendo ser acessadas por qualquer pessoa.

De acordo com as informações publicadas por Gal, que teve acesso aos dados vazados, pelo menos 8 milhões de contas de brasileiros foram afetadas. O país mais afetado foi os Estados Unidos, com 32 milhões de contas. O Reino Unido teve 11 milhões e a Índia, 6 milhões.

Essa não é a primeira vez que algo do tipo acontece com a rede social de Mark Zuckerberg. Em 2019, um vazamento expôs milhares de telefones de usuários do Facebook. A plataforma garantiu na ocasião que a situação foi corrigida. Os dados disponíveis dessa vez podem ter relação com essa falha anterior. “Indivíduos que se inscrevem em uma empresa respeitável como o Facebook estão confiando seus dados e o Facebook deve tratar os dados com o máximo respeito”, explicou Gal. “Os usuários que têm suas informações pessoais vazadas é uma grande violação de confiança e devem ser tratados de acordo”, completou ainda o especialista dizendo que, a partir do momento que ocorre o vazamento, os dados daquela pessoa ficam disponíveis na internet para sempre.

Via Business Insider

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região