duda multicomunicação – O Marketing digital exclui o Marketing tradicional?

Por 26 de outubro de 2019

por Eduarda DeAvila Esteves

Hoje, as práticas de marketing são influenciadas pelas mudanças no comportamento e nas atitudes do público, que demanda abordagens de marketing mais colaborativas, culturais e espirituais. Essas mudanças nos remetem a ideia de maior conexão entre os indivíduos, o que acaba por diminuir, de certa forma, as fronteiras existentes na comunicação entre empresas e consumidores. Devido às mudanças, surgiram novas tendências adaptadas pelo marketing. Por esse motivo, sabe-se que os consumidores de hoje estão a cada dia mais bem informados e que é cada vez mais difícil conquistá-los e, por consequência, fidelizá-los, por isso, é importante unir diversas estratégias que irão fortalecer a marca para que ela chame a atenção e encante o seu cliente ideal. Mas antes de definir se a abordagem será o marketing digital ou tradicional, a marca precisa entender aonde o seu público está e quais meios de comunicação serão mais eficientes para o alcance dos resultados desejados.

Pode-se, por exemplo, utilizar as estratégias do marketing digital para divulgar as atividades de marketing off-line nas mídias sociais, e vice-versa .

Mas para fazer com que essa integração funcione da melhor maneira, é necessário entender as diferenças que fazem com que essas duas formas distintas de marketing se completem.

As diferenças entre o marketing tradicional e o marketing digital vão muito além dos métodos utilizados e os canais de comunicação.

O marketing nas mídias sociais ocorre por meio da publicação de conteúdos gerados pelos usuários, enquanto o tradicional ocorre, principalmente, por meio da televisão, rádio ou impressos. Nas mídias sociais, a base é o marketing “puxa”, no qual os clientes procuram informações sobre as empresas, que devem fornecê-las de forma espontânea se quiserem atender às necessidades do consumidor. Já no marketing tradicional, a base é o marketing “empurra”, no qual as empresas empurram as informações para os consumidores e esperam uma reação específica deles.

Nas mídias sociais, as mensagens emitidas pelas empresas, em geral, são mais precisas, sutis e muitas vezes transmitidas pelos próprios consumidores. O marketing tradicional costuma gerar mensagens unilaterais, enquanto o marketing digital possibilita participação e muita interatividade, o que gera contínuas conversas entre empresas e consumidores, facilitando assim, a jornada de compra.

O marketing digital requer um investimento muito menor do que o tradicional costuma exigir. Além disso, o digital também se destaca por possibilitar uma análise mais precisa dos resultados sobre um trabalho desenvolvido.

Tendo em vista todas essas diferenças, é importante lembrar que, apesar das estratégias digitais, por si só gerarem ótimos resultados, não se deve excluir por completo as ações de marketing tradicional.
A união dessas duas iniciativas de maneira cruzada, pode possibilitar ao público o contato com diversas maneiras pelas quais ele pode conectar-se à empresa, assegurando, a oportunidade de que escolha a forma pela qual deseja relacionar-se ou interagir com a marca.