duda multicomunicação – Conheça branding: gestão de marcas

Por 1 de novembro de 2019

por Eduarda DeAvila Esteves

As grandes e rápidas mudanças atuais no mercado apresentam constantes desafios para as empresas, há maior oferta e menor demanda de produtos e serviços, cuja tecnologia, inovação e qualidade são equiparadas e comparadas pelos consumidores em tempo real, graças a teoria dos 4 Ps (produto, preço, praça e promoção). Proposta na década de 1960, hoje a teoria, que guiou as empresas por muito tempo, já não é mais suficiente para a atual filosofia empresarial de como fazer negócios.

Atualmente percebe-se uma necessidade urgente de dialogar com os clientes para poder atendê-los e, assim, conquistá-los. Esse novo cenário de compra exige que as empresas construam relacionamentos estáveis e duradouros com o consumidor, o famoso branding (trabalho de gestão de marcas).
Anteriormente, durante a Revolução Industrial, o Marketing era focado somente no produto, em seguida, com o avanço da internet, passou a conectar-se com o consumidor, e hoje, com o grande crescimento tecnológico, passou a focar no ser humano como um todo, integrando necessidades do coração, corpo, mente e espírito. Hoje o Marketing também vive a era da experiência, por isso, a conexão entre marcas e pessoas se torna cada vez mais importante.

Os consumidores estão refletindo mais sobre as suas decisões de compra, e com isso, buscando por marcas humanas, com propósito, que se preocupam com o meio ambiente, a educação e política, por exemplo. Eles querem interações íntimas, experiências fortes e com significado. O desejo das pessoas deixou de ser somente pelo produto e passou a ser centrado em toda a vivência que uma marca é capaz de proporcionar além da compra.

Nesse contexto, qualidade e preço já não são mais considerados diferenciais, e sim pontos de partida de um relacionamento com o consumidor. O diferencial passou em ser a forma de se relacionar com o público, e o trabalho de brandig é primordial para que essa relação dê certo.

O branding foi pensado para humanizar marcas. O principal objetivo é criar uma proposta de valor para uma empresa e com estratégias de comunicação, transmitir todo o universo que envolve a marca, fazendo com que as pessoas se identifiquem e se apaixonem por esse universo e, consequentemente, tornem-se clientes fiéis.
O trabalho de branding vai muito além da criação de um logotipo, ele é capaz de tornar qualquer marca encantadora e colocá-la no topo da mente e coração do público.
Mas para que isso aconteça, é preciso que as empresas adotem algumas mudanças, começando principalmente, preocupando-se menos com o preço e mais em gerar confiança para o consumidor.
Bons relacionamentos entre marcas e pessoas começam com sinceridade, bom humor, confiança, informações relevantes, leveza e paciência. Essa construção leva tempo, mas alguns passos como esses podem facilitar a jornada de branding.