Dois postes correm o risco de desabar a qualquer momento após temporal

Por 25 de janeiro de 2022

Dois postes, um na Rua Alfredo Papay, em frente ao número 226, no Bairro Ponche Verde e outro na Rua Jeremias Bittencourt, em frente ao número 98, no Bairro Tupinambá, correm o risco de desabar a qualquer momento, após o forte temporal que atingiu Cachoeira do Sul nesta segunda-feira. “Já faz tempo que estamos pedindo para a RGE, cada vez que chove nos causa uma agonia enorme. Enquanto não acontecer uma coisa pior eles não vão dar jeito”, relatou o morador do Ponche Verde, Cláudio Aires. “Já temos três ou quatro protocolos solicitando a troca deste poste, acho que vamos ter de esperar ele cair por cima da casa para eles dar um jeito”, informou o morador do Tupinambá, Clairton Silva.

Prazo de 60 dias

Segundo Aires, conforme o último contato realizado com a RGE, a empresa pediu o prazo de 60 dias para a realização da troca do poste. “Estamos com medo que dentro destes 60 dias o poste venha a cair, já que a cada chuva que atinge Cachoeira do Sul é acompanhada de ventos muito fortes”, finalizou.