20.5 C
Cachoeira do Sul
sábado, 5 dezembro, 2020 - 14:27
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Devido à estiagem, Corsan já usa bomba submersa para captar água

Bomba submersa foi instalada em 2017 pela Corsan em Cachoeira do Sul para fazer frente a períodos de estiagem prolongada / Foto: Corsan/Divulgação

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) já utiliza bomba submersa para captar água do Rio Jacuí para garantir o abastecimento em Cachoeira do Sul. A medida foi adotada devido à estiagem que já assola o Rio Grande do Sul em razão da predominância do fenômeno climático La Niña, que se caracteriza pela ocorrência de chuvas abaixo da média.

A situação do Rio Jacuí já preocupa devido à época do ano, pois o verão nem começou e medidas emergenciais para assegurar o fornecimento de água já estão tendo de ser adotadas pela Corsan. As primeiras providências foram tomadas já na primeira quinzena de novembro.

Em entrevista à Rádio Fandango, o gerente da Corsan em Cachoeira do Sul, Neorildo Dassi, explicou que o plano B da companhia vem sendo adotado com mais frequência nos finais de semana, quando barragens da metade norte do Estado fecham comportas são fechadas por hidrelétricas para geração de energia. No entanto, com a previsão de pouca chuva, a tendência é de que a lâmina d’água do Rio Jacuí diminua ainda mais, o que deve levar a Corsan a adotar a bomba submersa com mais frequência.

PLANO C

A Corsan trabalha ainda com outra medida emergencial, considerada um plano C, para garantir o abastecimento em Cachoeira do Sul. Uma bomba já está instalada numa balsa para captar água em pontos de maior profundidade do Rio Jacuí. O gerente Neorildo Dassi reforçou o pedido para que a população cachoeirense utilize a água de forma consciente e que evitem atitudes que gerem desperdício, como uso de mangueiras para lavagem de carros e pisos, por exemplo.

 

ATENÇÃO

A estiagem volta a preocupar em Cachoeira do Sul. No último verão, a Corsan teve de adotar estratégias para evitar o desabastecimento do Rio Jacuí num período mais tardio do que agora, o que deixa a estatal em alerta constante para o verão 2020/2021. A bomba submersa foi instalada em 2017 pela Corsan em Cachoeira do Sul para fazer frente a períodos de estiagem prolongada.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região