20.1 C
Cachoeira do Sul
terça-feira, 27 outubro, 2020 - 20:26
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

DetranRS adota novas medidas para agilizar exames de habilitação

 

Na primeira quinzena de outubro, começará uma força-tarefa de provas práticas, com previsão de atuação por 90 dias – Foto: Ascom DetranRS / Arquivo

 

Mesmo diante cenário de pandemia, o DetranRS vê com prioridade a aplicação dos exames teóricos e práticos do processo de habilitação de condutores. Pela necessidade de atendimento da população, diversas medidas foram adotadas pelo órgão, mas, ainda assim, há acúmulo no volume de exames.

Segundo o órgão, são cerca de 103 mil candidatos com processo de habilitação em andamento e que concluíram a fase das aulas, 43 mil em condições de fazer a prova teórica e 60 mil, a prática.

FORÇA-TAREFA

Para manter os atendimentos e a preservação da saúde, sejam profissionais envolvidos no processo de habilitação ou candidatos, o DetranRS instituirá, na primeira quinzena de outubro, uma força-tarefa de provas práticas, com previsão de atuação por 90 dias.

Nesse período, servidores do quadro que atuam em atividades internas, mas que têm formação para exercício de examinador de trânsito, serão remanejados para a função, aumentando a capacidade de atendimento para as provas. A expectativa é que, com a força-tarefa, a oferta de vagas seja ampliada em todo o Estado.

As provas práticas ocorrem regularmente no RS com restrições e rígidos protocolos de higienização e segurança (que continuarão a ser observados enquanto perdurarem os efeitos da pandemia). Cada um dos 266 Centros de Formação de Condutores tem suas datas, horários e locais de prova preestabelecidos pelo DetranRS. Assim, os examinadores do DetranRS vão até o local atender os candidatos previamente agendados pelo CFC, respeitadas as vagas disponibilizadas pela autarquia.

Mesmo adotando este agendamento, existe um fator que é imprevisível, e que pode ocasionar cancelamentos de exames sem aviso antecipado: a constatação de sintomas em examinadores, o que ocasiona, de imediato, o afastamento da atividade, para testagem e, caso positivo, quarentena para tratamento.

Sobre o prazo para que o candidato conclua seu processo de habilitação, foi estendido de 12 para 18 meses, a contar da data de abertura, conforme definição do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Diante da situação de represamento de candidatos, o DetranRS solicitou nova prorrogação do prazo de validade do processo de primeira habilitação, para que não haja ainda mais prejuízos aos candidatos.

A recomendação para quem aguarda agendamento de exames é manter contato com o CFC para acompanhar a disponibilidade de vagas. Recomenda-se também acessar o site do DetranRS, o protocolo a ser seguido para realização de exame prático de direção, disponível em detran.rs.gov.br > menu Habilitação > Provas/Exames > Protocolo para realização de exame prático.

Outras ações emergenciais já adotadas pelo DetranRS:
• atendimento individualizado aos CFCs que solicitam permutas (trocas de vagas de exame teórico por exame prático, ou vice-versa);
• projeto piloto de provas teóricas aplicadas nos CFCs do RS, na modalidade remota, com a supervisão online de um servidor do DetranRS. A possibilidade de adesão dos CFCs foi iniciada em agosto;
• força-tarefa de provas teóricas, implementada também no início de agosto para atender a demanda represada que aguarda prova teórica (que impede o avanço do aluno à etapa de aulas práticas) dos CFCs que eram atendidos exclusivamente nas salas de provas eletrônicas do DetranRS. Com a redução das vagas ofertadas nas salas (em razão dos protocolos, como o distanciamento mínimo obrigatório), para dar vazão a essa demanda represada, em força-tarefa especial, os examinadores vão até os CFCs aplicar exames teóricos impressos.

Fonte: DetranRS – Ascom

Advertisement
Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região